PUBLICIDADE

Brasil / Política

Brasil assina oito acordos bilaterais com Emirados √Ārabes

Por Andreia Verdélio
Repórter da Agência Brasil

Em visita oficial aos Emirados √Ārabes Unidos, o presidente Jair Bolsonaro firmou oito atos bilaterais com o pa√≠s do Oriente M√©dio em v√°rias √°reas como paz e seguran√ßa, coopera√ß√£o econ√īmica, intelig√™ncia artificial, meio ambiente e defesa. A comitiva brasileira foi recebida, neste domingo (27), em Abu Dhabi, pelo pr√≠ncipe herdeiro do pa√≠s, Xeique Mohammed bin Zayed Al Nahyan.

Bolsonaro est√° em visita a tr√™s pa√≠ses da regi√£o. Depois dos Emirados √Ārabes, visita o Catar e a Ar√°bia Saudita, que s√£o grandes compradores de produtos do agroneg√≥cio brasileiro e compradores promissores de produtos de defesa. Os dois pa√≠ses s√£o donos de grandes fundos soberanos em busca de oportunidades de investimento em pa√≠ses emergentes.

‚ÄúO Brasil mudou de verdade, os n√ļmeros da economia comprovam o que estou falando, e o fato de estarmos reconquistando a confian√ßa do mundo todo faz com que cada vez mais pa√≠ses queiram firmar neg√≥cios com o Brasil‚ÄĚ, disse em entrevista √† Ag√™ncia de Not√≠cias dos Emirados √Ārabes, antes de deixar o pa√≠s rumo ao Catar.

Acordos

Para despertar o interesse das companhias em expandir as atividades no Brasil, foi firmado entendimento com os Emirados √Ārabes para a troca de informa√ß√£o sobre o ambiente de neg√≥cio e oportunidades de investimentos nos dois pa√≠ses, por meio de compartilhamento de experi√™ncias e de melhores pr√°ticas empresariais.

Na área de defesa, os dois países pretendem constituir um fundo para expansão da capacidade produtiva do setor no Brasil. O objetivo é financiar projetos considerados prioritários pelos dois países.

Os dois pa√≠ses tamb√©m estabeleceram as diretrizes para a parceria no desenvolvimento, produ√ß√£o e comercializa√ß√£o de produtos de defesa. Tamb√©m foi assinado ato para o desenvolvimento de iniciativas de alto n√≠vel nas √°reas de paz e seguran√ßa; de coopera√ß√£o econ√īmica, especialmente em com√©rcio, investimento, ind√ļstria, infraestrutura, agricultura, transporte e espa√ßo exterior; de coopera√ß√£o energ√©tica e articula√ß√£o de mecanismos conjuntos nos setores do turismo, cultura e esportes.

O Brasil e os Emirados √Ārabes ainda se comprometeram √† troca e prote√ß√£o m√ļtua de informa√ß√Ķes. O acordo assinado estabelece, entre outros assuntos, equival√™ncia dos n√≠veis de classifica√ß√£o, medidas de prote√ß√£o, regras de acesso e transmiss√£o de informa√ß√Ķes classificadas, bem como provid√™ncias relacionadas ao vazamento de dados sigilosos. Um outro memorando de entendimento prev√™ parceria entre institui√ß√Ķes tecnol√≥gicas na √°rea de intelig√™ncia artificial por meio do desenvolvimento de programas de pesquisas b√°sicas e aplicadas, realiza√ß√£o de projetos conjuntos e participa√ß√Ķes em eventos.

Na √°rea aduaneira, os dois pa√≠ses dever√£o prestar assist√™ncia m√ļtua na preven√ß√£o, combate e investiga√ß√£o de infra√ß√Ķes aduaneiras para garantir seguran√ßa e fluidez na cadeia log√≠stica do com√©rcio. Al√©m disso, haver√° troca de informa√ß√Ķes sobre assuntos de sua compet√™ncia, tais como valora√ß√£o aduaneira, regras de origem e classifica√ß√£o tarif√°ria.

Os √≥rg√£os de meio ambiente tamb√©m v√£o cooperar nas √°reas de conserva√ß√£o ambiental e de esp√©cies amea√ßadas e desenvolver iniciativas em ecoturismo, gest√£o de zonas √ļmidas, entre outros.

Viagem

H√° mais de 10 anos um chefe de Estado brasileiro n√£o visitava os Emirados √Ārabes Unidos, segundo maior parceiro do Brasil na regi√£o. J√° o Brasil √© o principal parceiro do pa√≠s na Am√©rica Latina.

Ao chegar a Abu Dhabi, no s√°bado (26), Bolsonaro participou da cerim√īnia de Oferenda Floral.

Neste domingo (27), o presidente brasileiro se¬†reuniu com empres√°rio no Semin√°rio Empresarial Brasil-Emirados √Ārabes Unidos, e se encontrou com atletas brasileiros e dos emirados praticantes de jiu-jitsu. Cerca de 10 mil brasileiros vivem nos Emirados √Ārabes, muitos buscam a pr√°tica dessa arte marcial, que √© obrigat√≥ria nas academias militares do pa√≠s.

‚ÄúO encontro com empres√°rios e autoridades desse pa√≠s, para mim, foi sensacional, e tenho certeza eu brevemente tudo que n√≥s conversamos aqui ser√° concretizado. O Brasil tem muito a oferecer e n√≥s precisamos tamb√©m dos Emirados √Ārabes para o desenvolvimento do nosso pa√≠s‚ÄĚ, disse, destacando que h√° mais de 5 milh√Ķes de √°rabes morando no Brasil.

Antes de chegar ao Oriente M√©dio,¬†Bolsonaro passou por China e Jap√£o¬†para divulgar as reformas que o governo este empreendendo no campo econ√īmico e divulgar as oportunidades de neg√≥cio no Brasil.