PUBLICIDADE

Estado / São Paulo

Baixada Santista não avança de fase no Plano SP

Hoje (26), durante coletiva de imprensa do Estado de São Paulo, a secretária de desenvolvimento econômico Patricia Hellen,  anunciou que a capital paulista, passa para a fase 3 (amarela) no Plano SP. Com esta mudança, há maior flexibilização das medidas de isolamento social adotadas em função da epidemia do novo coronavírus. Algumas cidades da Grande São Paulo também foram reclassificadas para esta fase. A Baixada Santista permanece na fase 2 laranja.

“Nenhuma região regrediu por conta da capacidade hospitalar. Os índices são positivos na ocupação de leitos. No interior, foi a evolução de casos”, diz Marcos Vinholi, Secretário Estadual de Desenvolvimento Regional. Com esta atualização, 64% do Estado, representando quase 30 milhões de pessoas, ficam na fase 2 e na fase 3.

As regiões que tiveram regressão foram Araçatuba; Bauru; Sorocaba; Franca e Piracicaba.

Para as regiões que avançaram para a fase amarela, a nova flexibilização só pode seguir a partir do dia 06 de julho.

 - REVISTA MAIS SANTOS

(Crédito: Reprodução) 

Santos 

Para os comércios situados na Região Central (Valongo, Centro, Paquetá, Vila Nova e Vila Mathias), o atendimento ao público continua de segunda a sexta-feira, das 11h às 15h e, aos sábados, das 9h às 13h. Nos demais bairros, das 13h às 17h. Já o funcionamento de escritórios (contabilidade, advocacia etc.), prestações de serviços (locadoras, consertos de eletrônicos etc.), imobiliárias e concessionárias e revendedoras de veículos é de segunda a sábado, das 10h às 14h, em toda a Cidade.

Os shoppings continuam a operar com capacidade máxima de 20%, podendo funcionar pelo período de quatro horas, das 15h às 19h.

Salões de beleza e clínicas de estética ainda permanecem fechados.

A novo fotografia do Plano SP será divulgada na próxima sexta-feira (4), às 12h45 durante transmissão online das redes sociais do Governo do Estado de São Paulo.