PUBLICIDADE

Estado / S√£o Paulo

BS permanece na Fase 3 Amarela do Plano SP. Temporada de cruzeiros n√£o deve ocorrer em novembro

 - REVISTA MAIS SANTOS

(Crédito: Divulgação)

Durante a 99¬™ coletiva de imprensa sobre o enfrentamento da Covid-19 do Governo do Estado de S√£o Paulo, foi anunciado que a Baixada Santista e Vale do Ribeira permanecem na Fase 3 Amarela do Plano SP. Conforme o Governador Jo√£o D√≥ria, o Estado teve queda em todos os √≠ndices (5%),¬†4% da quantidade de interna√ß√Ķes e 3% do n√ļmero de √≥bitos.¬†“Campinas, Araraquara e Ara√ßatuba evolu√≠ram para fases menos restritivas. Uma √≥tima not√≠cia para 6 milh√Ķes de habitantes que vivem nesta regi√£o. Mas √© preciso sempre ter cautela”.

Companhias mar√≠timas que atuam no mercado de cruzeiros anunciaram nos √ļltimos dias o retorno da temporada 2020/2021 em novembro, mas esta situa√ß√£o foi descartada pelo Coordenador¬†do Centro de Conting√™ncia do Coronav√≠rus,¬†Paulo Menezes. ‚ÄúEm primeiro lugar j√° temos v√°rias experi√™ncias internacionais em navios x Covid-19. Cruzeiros j√° eram uma grande preocupa√ß√£o. Protocolos foram trabalhados junto a Anvisa. Tivemos anteriormente a situa√ß√£o do Sarampo chegando tamb√©m nestas embarca√ß√Ķes e ¬†muito bem controlada pelos munic√≠pios de Santos e a capital paulista. Ainda n√£o √© o momento. At√© porque re√ļnem pessoas de variadas regi√Ķes n√£o s√≥ do Brasil mas tamb√©m de outros pa√≠ses”.

Relembre como funciona a flexibilização nesta fase 

Conforme já noticiado pela Mais Santos, a Fase 3 Amarela aponta a reabertura de bares, restaurantes e similares, que antes do dia 13 de julho,  poderiam apenas funcionar em sistema delivery ou take away, no qual o consumidor retira o alimento no local. Para receber os clientes, a capacidade de ocupar em 40%, com carga de seis horas seguidas, além da adoção dos procedimentos de higiene comumente falados.

Os sal√Ķes de beleza e cl√≠nicas de est√©ticas continuam em funcionamento, seguindo a mesma carga hor√°ria dos restaurantes e capacidade de ocupa√ß√£o.

A capacidade de pessoas dos shoppings, galerias e lojas de rua aumentou de 20% para 40%. O horário de funcionamento para 6 horas já havia sido estabelecido pelo Plano SP em semanas passadas, durante alteração desta regra na Fase Laranja. Praças de alimentação já estão em funcionamento. Em virtude da reabertura destas para consumo local, os shopping centers poderão optar pelo horário de funcionamento que melhor convier: das 12h às 18h ou das 15h às 21h, diariamente.

Os estabelecimentos comerciais da região Central (Valongo, Centro, Paquetá, Vila Nova e Vila Mathias), continuam abertos de segunda a sexta-feira, das 11h às 17h, e, aos sábados e domingos, das 9h às 15h. No restante da Cidade, funcionarão das 13h às 19h diariamente.

As academias podem funcionar das 6h às 8h e das 17h às 21h, diariamente. Clubes e escolinhas de futebol, das 15h às 21h, todos os dias. Os limites de horário são estabelecidos pelo governo do Estado, por meio do Plano São Paulo.

 

 - REVISTA MAIS SANTOS

Em detalhes, a flexibilização da Fase 3 Amarela (Crédito: Divulgação)