ESPORTES 

Palmeirense declarou apoio ao River Plate, e recebeu cutucada do atacante do Flamengo

 

Gabigol foi o personagem da vitória do Flamengo sobre o Grêmio por 1 a 0, neste domingo, e continuou atraindo as atenções após a partida. Na zona mista da Arena gremista, em Porto Alegre, o atacante rubro-negro rebateu uma declaração de Dudu, do Palmeiras.

Depois do empate do Alviverde com o Bahia, em Salvador, o camisa 7 disse preferir que o River Plate vença a final da Libertadores, no próximo sábado.

– Ele falou isso? (risos). Respeito, não tem o que fazer, mas a gente tem 40 milhões (de torcedores), né? Eu não preciso da torcida de ninguém, não – rebateu Gabigol.

O jogador também comentou sua expulsão neste domingo. Aos 30 minutos do segundo tempo, ele discutiu com torcedores gremistas próximos do campo, e recebeu o primeiro amarelo. Em seguida, ironizou a marcação do árbitro com palmas, recebeu uma segunda advertência, e levou o vermelho.

Gabigol admitiu que precisa melhorar no aspecto disciplinar, mas enxergou impaciência da arbitragem contra ele.

– Foram cinco ou seis jogadores na cara do juiz e ele não fez nada. Como eu falei, o juiz não tem paciência comigo. Eu falo alguma coisa, tento argumentar, já tomo cartão. A maioria dos cartões (que eu recebo) é quando falo com juízes. Obviamente é algo em que preciso melhorar. Preciso pedir desculpa aos meus companheiros. Mas acho que o juiz pode ter um pouquinho mais de cautela. Hoje, acho que foi mais algo do coração dele, até porque não falei nada, só bati palmas. Algo que 90% dos jogadores fazem e não recebem cartão.

Com a vitória do Flamengo sobre o Grêmio, a equipe da Gávea pode garantir o título brasileiro no próximo domingo, mesmo sem entrar em campo, desde que o Palmeiras não vença o próprio time de Renato Portaluppi no Allianz Parque.

 

 

 

Fonte: LANCE!

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

saiba antes via instagram @revistamaissantos