ESPORTES 

Diretoria do Tricolor ainda está inconformada com o pênalti não marcado a favor da equipe na Arena da Baixada

 

A semifinal da Copa do Brasil ainda não acabou para o Grêmio. Eliminado no duelo contra o Athletico-PR, o Tricolor ainda não digeriu o pênalti não marcado a seu favor nos minutos iniciais, quando Geromel desviou a cobrança de escanteio e a bola pegou no braço de Wellington.

A revolta gremista é tão grande, que os dirigentes querem comparecer nesta semana à sede da CBF, no Rio de Janeiro, para ouvir o diálogo entre o árbitro de campo e o VAR.

Na hora que o lance ocorreu, o árbitro Wagner Magalhães foi recomendado a ir até o vídeo para analisar o lance. Após o bate-papo com Bráulio Machado da Silva, responsável pelo VAR, o pênalti não foi assinalado.

Em conversa com a Zero Hora, o comandante da arbitragem da CBF, Leonardo Gaciba, declarou que vai receber a comissão gremista com o maior prazer e abrir a caixa preta do VAR.

‘A Comissão de Arbitragem tem a linha de que todos os filiados têm direito de ouvir e ver as revisões, desde que seja na sede da confederação’, afirmou.

 

 

Fonte: LANCE!

Foto: Danilo Schleder/Zimel Press/Lancepress!

saiba antes via instagram @revistamaissantos