ESPORTES 

Americana chegou à 22ª medalha em Mundiais na carreira, sendo a 16ª de ouro

 

Como esperado, a americana Simone Biles sagrou-se campeã do individual geral feminino no Campeonato Mundial de ginástica artística, em Stuttgart, na Alemanha. Nesta quinta-feira (10), ela somou 58.999 pontos na final e assegurou a sua 22ª medalha em Mundiais, sendo a 16ª de ouro.

Para o Brasil, contou muito a posição de Flávia Saraiva. A atleta do Flamengo terminou em 7º lugar (55,732), resultado melhor do que o do Mundial de 2018, e mostrou notável evolução. Em toda a história, o país só ganhou uma medalha no individual geral em Mundiais, um bronze em 2007, com Jade Barbosa.

– Essa competição foi fundamental para mim. Eu me senti bem competindo e faz tempo que eu não me sentia assim. Confiante, fazendo boas provas e, além de ganhar uma posição, somar um ponto a mais do que em 2018. Mostra que eu posso melhorar muito e ficar entre as melhores – afirmou a ginasta.

Flávia agora se prepara para mais duas finais, na trave e no solo, no domingo.

Ninguém esperava outra coisa que não fosse o ouro de Simone Biles. Após provas quase perfeita nos primeiros aparelhos, ela precisava de apenas 12,300 pontos no último (exatamente no solo, uma de suas especialidades) para levar o caneco. E mesmo cometendo três pequenos erros, ela ultrapassou facilmente a marca, fechando com 58.999. A prata ficou com a chinesa Tang Xijing (56.899) e o bronze ficou com Angelina Melnikova (56,399).

O curioso é que após receber as medalhas, Biles disse que não estava muito feliz com a sua atuação.

– Estou nas finais por aparelhos e tenho de evitar os erros que tive na trave e no solo para buscar mais medalhas – disse Biles, que em 2018 ganhou cinco ouros e uma prata, performance que espera repetir.

A ginasta, caso consiga mais um pódio, empatará o com bielorruso Vitaly Sherbo como os recordistas de medalhas em Mundiais, com 23. Como deve conseguir mais três, tem tudo para se tornar a recordista isolada.

Nesta sexta-feira, Caio Souza será o representante brasileiro, na final do individual geral. A competição começa às 11h (de Brasília). Arthur Zanetti disputa medalha nas argolas, no sábado. Já Arthur Nory fará a final da barra fixa, no domingo.

 

 

 

 

Fonte: LANCE!

Foto: Karim Jaafar/AFP

saiba antes via instagram @revistamaissantos