8.0 // COLUNASNação Santista

Filho do furacão passa pela Vila Belmiro e deixa um saldo negativo

Por Paulo Alberto

Alô, Alô  Nação Santista, um grande abraço. O técnico Jair Ventura deixou o Santos após 39 jogos: foram 14 vitórias, 10 empates e 15 derrotas, com um aproveitamento de 44,4%. Em seu comando, desde janeiro deste ano até o último dia 23, o Peixe marcou 46 gols e sofreu 40. Jair comandou o time até as semifinais do Campeonato Paulista, acabando eliminado nos pênaltis para o Palmeiras, e deixou a equipe nas oitavas de final da Copa Libertadores da América e quartas de final da Copa do Brasil. Além das fracas exibições, o que mais pesou na demissão foi a campanha no Campeonato Brasileiro. Mesmo com uma partida a menos, o Peixe é o 15º colocado com 15 pontos, um a mais do que o América-MG, primeiro dentro da zona do rebaixamento. Nos últimos cinco jogos no certame nacional, o Peixe venceu apenas um, isso até o jogo da Chapecoense, onde empatou em 0 a 0 fora de casa. Já pressionado antes da parada para a Copa do Mundo, pesou o fato de, mesmo após o recesso, o time apresentar os mesmos erros de antes da parada do Mundial da Rússia. Mais uma vez, a diretoria comandada pelo Presidente Peres, errou em não demitir antes da Copa, onde, poderia ter contratado um novo treinador e também não ter saído para fazer dois jogos amistosos no México, podendo treinar no CT Rei Pelé visando um melhor entrosamento tático e técnico para o segundo semestre desta temporada. A passagem do filho do Furacão da Copa de 70, não vai deixar saudades à torcida santista, que não estava mais satisfeita com o seu trabalho.

As contratações do atacante Eduardo Sasha e do zagueiro Gabriel devem ser questionados na próxima reunião do Conselho Deliberativo marcada para o próximo dia 14 na Vila Belmiro .Os dados das transações foram questionados pelo Conselho Fiscal e devem estar no relatório do segundo trimestre da gestão de José Carlos Peres. Na negociação por Eduardo Sasha, o Santos pagou R$ 2,5 milhões ao empresário Aparecido Inácio da Silva, o Cidão por 30% dos direitos do lateral Zeca, fez a troca com o Inter por Sasha com os clubes ficando com 50% dos direitos sobre os atletas, mas o Peixe pagou R$ 1,5 milhão de luvas ao atacante e R$ 1,5 milhão ao seu empresário pela intermediação da negociação. O Comitê de Gestão, no entanto, não foi consultado sobre o pagamento desses R$ 3 milhões

Curiosidades: O Comitê de Gestão também não aprovou a contratação do zagueiro Gabriel, ex-Vitória e com passagens pelas seleções de base do Brasil. O contrato com o jogador estabelece o pagamento de R$ 1,1 milhão de direitos de imagem, R$ 300 mil de luvas, além de salários superiores a R$ 30 mil. Gabriel atualmente está no banco de reservas da equipe Sub-23, e, foi indicado ao clube pelo ex-coordenador das categorias de base do Peixe, Ricardo Crivelli, o Lica, afastado das atividades após denúncias de assédio. Outro contrato feito sem a aprovação do Comitê de Gestão foi a renovação com o volante Guilherme Nunes, que recebeu R$ 70 mil de luvas e o Santos ainda pagou R$ 153 mil de intermediação. Vamos aguardar a data para a reunião, onde, será votado o impeachment do Presidente José Carlos Peres.

Abraço Especial: A todos os integrantes da maior banda da Baixada Santista, Blow UP, no comando do vocalista Lobão e do baterista Hélio. É gente ligado na gente. Não há distância que nos separe, Tradição é Tradição, os bons tempos estão de volta. A todos, Deus conduz.   

                                                                                             

CAPITÃO PAULO ALBERTO

DRT : No 33.858

 

Foto: Ivan Storti/Santos FC

saiba antes via instagram @revistamaissantos