Gastronomia

Alzheimer: como preservar a memória e a saúde

O dia 21 de setembro assinala-se o Dia Mundial da Pessoa com Doença de Alzheimer, data que pretende sensibilizar uma doença degenerativa que afeta cada vez mais pessoas, em todo o mundo.

Hoje é dia de refletir  um problema de saúde que não pode cair no esquecimento. Atualmente, cerca de 36 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem de Alzheimer e, segundo estimativas, a doença ultrapassará os 115 milhões de pacientes em 2050.

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

A doença de Alzheimer, de causa ainda desconhecida, provoca a neuro degeneração e o consequente agravamento (progressivo e irreversível) das funções cerebrais, levando a perda de autonomia.

Os sintomas iniciais incluem perda de memória, a desorientação espacial e temporal, confusão e problemas de raciocínio e pensamento, provocando alterações no comportamento, na personalidade e na capacidade funcional da pessoa, e dificultando a realização das suas atividades de vida diária.

O mal de Alzheimer ainda é incurável, mas existem diversos especialistas que permitem contrariar os efeitos desta doença degenerativa.

saiba antes via instagram @revistamaissantos