Gastronomia

O gasto dos turistas estrangeiros no Brasil cresceu em março, na comparação com igual período de 2014. Os visitantes foram responsáveis por acrescentar US$ 548 milhões à economia. Em março do ano passado, deixaram no país US$ 535 milhões.

Na avaliação de especialistas e representantes do setor, o aumento de gastos se deve às oportunidades geradas pela visibilidade conquistada pelo país com a Copa do Mundo, ao calendário favorável de feriados e à cotação do dólar que, apesar da queda nas últimas semanas, se mantém próxima dos R$ 3.

Para o professor de economia da Universidade de Brasília (UnB), Roberto Piscitelli, os efeitos do dólar na balança do turismo não ocorrem de maneira imediata, já que as viagens – e especialmente aquelas para o exterior – costumam ser planejadas com meses de antecedência. “Os dados de março podem ser o primeiro sinal de que os viajantes estão trocando viagens do exterior para o Brasil, mas é preciso aguardar o resultado dos próximos meses para poder afirmar que estamos diante de uma tendência”, diz.

Já Edmar Bull, vice-presidente administrativo da Associação Brasileira de Agências de Viagem (Abav), observa que é preciso cautela ao analisar os dados já que o ano passado foi atípico devido à Copa do Mundo e às eleições, o que provocou uma concentração das viagens no primeiro semestre. Bull observa ainda que houve aumento da oferta e queda nos preços dos pacotes, o que também contribui para o aumento das viagens para o Brasil.
De acordo com um estudo do Ministério do Turismo, os destinos locais mais procurados por estrangeiros que viajam a lazer são Rio de Janeiro, Florianópolis (SC), Foz do Iguaçu (PR), São Paulo e Búzios (RJ).

saiba antes via instagram @revistamaissantos