Sem juridiquês 

Por João Freitas

COMPREI UMA RESERVA DE HOTEL PARA PASSAR AS FÉRIAS, AO CHEGAR FUI INFORMADA PELA RECEPÇÃO QUE NÃO HAVIA QUARTO DISPONÍVEL. ELES ACABARAM ME MUDANDO PARA UM HOTEL VIZINHO, NUM QUARTO TOTALMENTE DIFERENTE DAQUELE QUE EU HAVIA RESERVADO. AINDA, PASSEI UM ABORRECIMENTO TREMENDO NA RECEPÇÃO DO HOTEL NA PRESENÇA DE VÁRIAS PESSOAS DESCONHECIDAS. O QUE POSSO FAZER? TENHO DIREITOS?

Prezada internauta

Na realidade você foi vítima do famoso “overbooking” pelo setor hoteleiro.

O Overbooking é um termo de origem inglesa que significa excesso de reservas. É muito utilizado na hotelaria e também pelo setor de transporte de passageiros, para designar a venda de reservas ou passagens acima do número de ocupação máxima.

As vezes o overbooking é utilizado como estratégia pelas empresas hoteleiras, por exemplo, elas vendem 100 reservas, mas contam com a desistência de algumas em virtude de situações comuns, como por exemplo, doença, falecimento, ou até a mesmo a desistência voluntária do consumidor. Para você entender, imagine você fazendo sua lista de convidados para um evento e contasse com uma falta de aproximadamente 20% para poder convidar mais pessoas. E aí o que acontece? Todos os convidados comparecerem! E aí começa a confusão! O overbooking de convidados!

Normalmente quando acontece o overbooking, existem algumas alternativas para se resolver o problema, as quais, provavelmente serão oferecidas pelo hotel, tais como:

  • ter parcerias em hotéis da vizinhança, oferecendo ao hóspede um quarto semelhante no hotel ou pousada parceira;
  • quando o overbooking ocorre dentro de categorias dos quartos do hotel, pode-se oferecer um upgrade, ou seja, um quarto melhor;

O melhor é quando o hotel te mostra o máximo de transparência, explicando a situação, e oferecendo a você, TAMBÉM, a opção de cancelamento e reembolso. Essa é a melhor tática do hotel que cometeu o overbooking.

Além disso, como prestador de serviços, o hotel poderá reduzir o prejuízo, que provavelmente deverá pagar, através de um desconto na próxima estadia, um jantar diferenciado, uma massagem, ou até mesmo alguns mimos, fique atenta!

O que pode contribuir para o overbooking no hotel é a venda das reservas em diferentes canais de venda e a falta de gestão e organização das reservas.

Aproveitando o assunto, tenho 3 dicas para a rede hoteleira evitar o overbooking:

  1. Utilização de uma boa ferramenta para gestão de reservas;
  2. Tenha processos bem definidos;
  3. Invista em um gerenciador de canais;

A responsabilidade em resolver todo esse problema é do hotel ou mesmo da sua administração, caso tenha um pool hoteleiro.

Independentemente de todos os esforços do hotel em querer reduzir o seu transtorno, você poderá contratar um advogado da sua confiança e mover uma ação de indenização para reparar o seu prejuízo moral como material, o moral baseado na humilhação e desrespeito e o material, ante eventual remarcação de compromissos que podem ter sido afetados pelo atraso, faltas em compromissos pessoais e profissionais, ou até mesmo a localização do novo hotel e sua acomodação.

Aproveite a era da tecnologia e tire fotos e selfies do hotel que foi transferida e documentos que comprovem o ocorrido, tudo isso servirá como provas para o seu advogado.

Boa sorte, boa estadia e Boas Férias!

saiba antes via instagram @revistamaissantos