COLUNASDICAS DE PORTUGUÊS 

Há alguns anos, em nossa sociedade, já houve, por parte de pais e professores, uma “caça aos tímidos”. Sim, como se todos tivessem que ser iguais: extrovertidos o tempo todo, comunicativos e protagonistas de todos os eventos sociais. A notoriedade passou a ser vista como uma conquista de território e os extrovertidos foram encarados como grandes heróis conquistadores da atenção alheia.

Fato é que Timor em Latim significa “medo”, “temor” e timidus, em Roma, era “aquele que tem medo”. Talvez venha daí, a obsessão de tanta gente por tentar tirar o “medo” do pobre do mais discreto.

Felizmente, entendemos que discrição não necessariamente é medo. Hoje já se percebe que a diferença é uma riqueza da humanidade e que se há piadas que só o brincalhão faz; há também observações pertinentes que só o tímido é capaz de produzir. E outra, quem é tímido em um contexto, não necessariamente será em todos. Portanto, um viva aos tímidos! Ah, e um viva também aos palhaços como eu!

“Presidente” ou “Presidenta”? Vamos falar sobre isso? Nós nos vemos na próxima coluna.

saiba antes via instagram @revistamaissantos