3.0 // CULTURA3.3 // CINEMA

A forma da água é a grande vencedora do Oscar 2018; confira os ganhadores

Com quatro estatuetas, incluindo melhor filme e melhor diretor, para o mexicano Guillermo del Toro, “A forma da água” foi o principal vencedor da 90ª edição da Oscar neste domingo (4). O longa ficou ainda com os prêmios de Melhor Trilha Sonora e Melhor Design de Produção.

A cerimônia, no Dolby Theater, em Hollywood, foi apresentada por Jimmy Kimmel pela segunda vez.

Outros destaques da noite, que teve tom político e manifestações contra o assédio sexual e a favor da igualdade de gênero e da diversidade, foram:

  • “Três anúncios para um crime” garantiu duas estatuetas: Melhor Atriz, para Frances McDormand (que fez um belo discurso emocionante pedindo das mulhres), e Melhor Ator Coadjuvante, para Sam Rockwell;
  • Jordan Peele tornou-se o primeiro negro a ganhar o prêmio de Melhor Roteiro Original;
  • “Dunkirk” foi o segundo maior premiado, com três estatuetas, todas técnicas: Edição, Edição de Som e Mixagem de Som;
  • “Uma mulher fantástica” tornou-se o primeiro filme estrelado por transexual a levar um Oscar;
  • James Ivory tornou-se o vencedor mais velho da premiação, aos 89 anos. Ele levou o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado por “Me chame pelo seu nome”;
  • Os dois brasileiros na disputa – o diretor Carlos Saldanha, que concorria na categoria Melhor Animação por “O Touro Ferdinando” e o produtor Rodrigo Teixeira (“Me chame pelo seu nome”) – não ganharam.

Veja abaixo, em negrito, os ganhadores do Oscar 2018:

Melhor Filme

  • “Dunkirk”
  • “Me chame pelo seu nome”
  • “O destino de uma nação”
  • “Corra!”
  • “Lady Bird – É hora de voar”
  • “Trama Fantasma”
  • “The Post – A Guerra Secreta”
  • “A forma da água”
  • “Três anúncios para um crime”

Melhor Diretor

  • Christopher Nolan (“Dunkirk”)
  • Jordan Peele (“Corra!”)
  • Greta Gerwig (“Lady Bird: É hora de voar”)
  • Paul Thomas Anderson (“Trama fantasma”)
  • Guillermo del Toro (“A forma da água”)

Melhor Ator

  • Timothée Chalamet (“Me chame pelo seu nome”)
  • Daniel Day-Lewis (“Trama Fantasma”)
  • Daniel Kaluuya (“Corra!)
  • Gary Oldman (“O destino de uma nação”)
  • Denzel Washington (“Roman J. Israel, Esq.”)

Melhor Atriz

  • Sally Hawkins (“A forma da água”)
  • Frances McDormand (“Três anúncios para um crime”)
  • Margot Robbie (“Eu, Tonya”)
  • Saoirse Ronan (“Lady Bird: É hora de voar”)
  • Meryl Streep (“The Post – A Guerra Secreta”)

Melhor Roteiro Adaptado

  • “Artista do desastre” (Scott Neustadter e Michael H. Weber)
  • “Me chame pelo seu nome” (James Ivory)
  • “A Grande Jogada” (Aaron Sorkin)
  • “Logan” (Scott Frank, James Mangold e Michael Green)
  • “Mudbound” (Virgil Williams and Dee Rees)

Melhor Roteiro Original

  • “Lady Bird: É hora de voar” (Greta Gerwig)
  • “Doentes de Amor” (Emily V. Gordon e Kumail Nanjiani)
  • “Corra!” (Jordan Peele)
  • “A forma da água” (Guillermo del Toro)
  • “Três anúncios para um crime” (Martin McDonagh)

Melhor Ator Coadjuvante

  • Willem Dafoe (“Projeto Flórida”)
  • Woody Harrelson (“Três anúncios para um crime”)
  • Richard Jenkins (“A forma da água”)
  • Sam Rockwell (“Três anúncios para um crime”)
  • Christopher Plummer (“Todo o Dinheiro do Mundo”)

Melhor atriz coadjuvante

  • Allison Janney (“Eu, Tonya”)
  • Mary J. Blige (“Mudbound”)
  • Lesley Manville (“Trama Fantasma”)
  • Laurie Metcalf (“Lady Bird: É hora de voar”)
  • Octavia Spencer (“A forma da água”)

Melhor Filme em Língua Estrangeira

  • “Uma Mulher Fantástica” (Chile)
  • “O Insulto” (Líbano)
  • “Sem amor” (Rússia)
  • “Corpo e Alma” (Hungria)
  • “The Square: A arte da discórdia” (Suécia)

Melhor Design de Produção

  • “Blade Runner 2049”
  • “A bela e a fera”
  • “O destino de uma nação”
  • “Dunkirk”
  • “A forma da água”

Melhor Fotografia

  • “O destino de uma nação” (Bruno Delbonnel)
  • “Blade Runner 2049” (Roger Deakins)
  • “Dunkirk” (Hoyte van Hoytema)
  • “Mudbound” (Rachel Morrison)
  • “A forma da água” (Dan Laustsen)

Melhor Figurino

  • “A bela e a fera”
  • “O destino de uma nação”
  • “Trama Fantasma”
  • “A forma da água”
  • “Victória e Abdul”

Melhor Canção

  • “Remember me” (“Viva – A vida é uma festa”)
  • “Mighty river” (Mudbound)
  • Mystery of love (“Call me by your name”)
  • “Stand up for something” (“Marshall”)
  • “This is me” (“O rei do show”)

Melhor Edição

  • “Em ritmo de fuga”
  • “Dunkirk”
  • “Eu, Tonya”
  • “A forma da água”
  • “Três anúncios para um crime”

Melhor Mixagem de Som

  • “Star Wars: Os últimos Jedi”
  • “Em ritmo de fuga”
  • “Blade Runner 2049”
  • “Dunkirk”
  • “A forma da água”

Melhor Edição de Som

  • “Em ritmo de fuga”
  • “Blade Runner 2049”
  • “Dunkirk”
  • “A forma da água”
  • “Star Wars: The Last Jedi”

Melhor Animação

  • “O poderoso chefinho”
  • “The Breadwinner”
  • “Viva: A vida é uma festa”
  • “O Touro Ferdinando”
  • “Com Amor, Van Gogh”

Melhor Curta de Animação

  • “Dear Basketball”
  • “Garden Park”
  • “Lou”
  • “Negative Space”
  • “Revolting Rhymes”

Melhor curta

  • “Dekalb Elementary”
  • “The 11 o’ clock”
  • “My Nephew Emmett”
  • “The silent child”
  • “Waty Wote/All of us”

Melhor Trilha Sonora

  • “Dunkirk”
  • “Trama Fantasma”
  • “A forma da água”
  • “Star Wars: Os últimos Jedi”
  • “Três anúncios para um crime”

Melhor documentário

  • “Abacus: Pequeno o bastante para condenar”
  • “Visages villages”
  • “Ícaro”
  • “Últimos homens em Aleppo”
  • “Strong Island”

Melhor documentário em curta-metragem

  • “Edith+Eddie”
  • “Heaven is a traffic jam on the 405”
  • “Heroin(e)”
  • “Knife Skills”
  • “Traffic Stop”

Melhor maquiagem e cabelo

  • “O destino de uma nação”
  • “Victoria e Abdul”
  • “Extraordinário”

Melhores efeitos visuais

  • “Blade Runner 2049”
  • “Guardiões da galáxia Vol. 2”
  • “Kong: A ilha da caveira”
  • “Star Wars: Os últimos Jedi”
  • “Planeta dos Macacos: A guerra”

Fonte: G1

saiba antes via instagram @revistamaissantos