CULTURAREGIÃO 

Desde quando era apenas um garoto com sintomas do espectro autista, as ideias fervilhavam na cabeça de Gabriel Teodoro França. Mas aquele turbilhão criativo quase sempre se mantinha aprisionado em pensamentos. Não fluía. Não encontrava o caminho para se transformar em palavras e tocar o outro. Como consequência, ansiedade, insônia. Foi então que, na adolescência, ele chegou ao Teatro do Kaos. E não mais quis sair do palco. O foco dos refletores indicou o caminho para a sua voz. Hoje, aos 20 anos, não se considera apenas ator, mas também autor. Escreveu e interpretou o monólogo autobiográfico ‘O Despertar da Verdade’.

Gabriel França é um dos 160 alunos que concluíram neste final de ano o curso de teatro Projeto Evolução III. Órfão de mãe, enfrentou bullying na escola fundamental. “Tinha uma luz diferente. E, quem brilha, incomoda”, diz, em parte do texto que narra como enfrentou o fato de ser considerado “diferente” por aqueles que se dizem “normais”.

Com o teatro, a medicação para dormir ficou para trás. A ansiedade também. Mas as ideias continuaram a brotar na mente fértil. “O teatro abriu uma janela, uma porta, para ele expressar o que pensa, o que acredita. O teatro deu voz à sua inteligência”, ilustra o diretor e ator do Teatro do Kaos, Lourimar Vieira, que reforça o poder da arte com sua própria história. “Minha depressão sumiu ao entrar em cena”.

Lourimar Vieira comenta que em cinco anos de participação ativa nas atividades culturais promovidas pelo Kaos, Gabriel França conquistou seu espaço. Hoje, consegue se relacionar com seus pares, também amantes da cena teatral. “Expressa sua verdade. O que pensa. O que busca e sente”.

Evolução – Com patrocínio da Petrocoque e apoio da Prefeitura de Cubatão, o Projeto Evolução abre inscrições para a turma de 2020 no próximo dia 13 de janeiro. Os interessados, maiores de 12 anos, poderão optar por turmas à tarde ou à noite. Vale frisar que o curso, com duração de um ano, é totalmente gratuito. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3361-1554, das 13 às 17 horas, a partir de 13 de janeiro.

Foto: Marcus Cabaleiro

saiba antes via instagram @revistamaissantos