Gibiteca recebe bate-papo e exposição de HQ sobre distúrbios mentais

Criada por Mauro de Abreu e Eduardo Calmon, a série de revistas em quadrinhos Mentais aborda os distúrbios psiquiátricos por meio de uma linguagem leve e divertida. O objetivo das publicações, que são tema de debate na Gibiteca Municipal Marcel Rodrigues Paes (Posto 5, orla do Boqueirão) no próximo dia 18, às 16 horas, é informar a população e diminuir estigmas e preconceitos. A entrada é gratuita.

Com distribuição gratuita, cada edição da revista aborda um distúrbio diferente, sempre demonstrando que qualquer pessoa, em qualquer situação, está sujeita a essas doenças, e que o tratamento e a informação são sempre a melhor solução.

O desenhista Mauro de Abreu, nascido em Santos, é graduado em Publicidade e Propaganda e trabalhou nas áreas de audiovisual e publicidade por 20 anos. Em 1999, criou o desenho animado para adultos Onigomanjhas, vencedor do Intercom 2000 e 3º colocado no Anima Mundi 2001. Em 2014, relançou a série com um novo piloto e um episódio inédito, disponível no Youtube.

Já em 2016, criou sua página de quadrinhos e ilustrações, a Recheados e Crocantes, e, em 2017, lançou sua primeira história em quadrinhos impressa, Mentais, com a proposta de melhor informar as pessoas sobre distúrbios psiquiátricos.

Nascido em Guarulhos, Eduardo Calmon mora em Santos há mais de 10 anos. Psiquiatra e mestre em Ciências, é professor universitário há uma década. Hoje, leciona no curso de Medicina da Universidade Metropolitana de Santos. Nos últimos 15 anos tem se dedicado ao cuidado dos portadores de doenças mentais.

Em 2010, criou a Emotional Care Mental Health (ECM Saúde Mental), empresa dedicada à promoção de cuidados e ensino na área da psiquiatria. Idealizador da HQ Mentais, segue um antigo sonho que traduz a proposta de minimizar estigmas e informar a população. 

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *