Economia e Negócios 

O mercado de e-commerce é enorme, mas reverter em vendas os acessos que possuem, é um dos grandes desafios do setor. Por isso, apesar de ser uma tendência, a concorrência do e-commerce é forte e quem não souber se preparar acaba ficando pelo caminho.

“Em datas sazonais é muito comum o e-commerce ter um bom desempenho nas vendas, mas fora dessas épocas é preciso saber girar o caixa. O primeiro passo para isso é tornar um site mais navegável, de fácil acessibilidade”, afirma Lucas Buffo, CIO da Flores Online.

Segundo Buffo, a usabilidade do site precisa ser limpa para que o cliente tenha uma experiência agradável ao usar o e-commerce e claro, ter uma comunicação clara e simples.

Proporcionar experiências diferenciadas aos visitantes, com uma estrutura visual e funcional da interface é importante principalmente se ela for construída com base em pesquisas dos usuários. Por isso, durante a criação do novo site da Flores Online esta foi apenas uma das preocupações. “É preciso conquistar o cliente, mostrar que é um site responsivo e confiável, principalmente para quem acessa pela mobile e, facilitando também loggin e pagamento”, conta o empresário.

Para impulsionar o e-commerce é preciso oferecer ao consumidor o que ele realmente quer, e não o que a loja quer vender. Para garantir fluxo de vendas fora de datas sazonais, promoções e lançamentos são dois importantes aliados.

“Conhecer o consumidor é a chave do sucesso. As pessoas compram flores todos os dias, sejam para decorar a casa ou para presentear alguém especial. Com isso em mente, conseguimos saber quais flores têm maiores procurar, quais combinações de cestas e presentes fazem sentido para aquele mês etc. Produtos novos também é uma estratégia interessante, tendo em vista que o novo sempre desperta curiosidade”, explica Buffo.

Por trás de todo e-commerce de sucesso existem, também, tecnologias que garantem segurança nas transações online. “Para a finalização da compra, integramos o loggin com o facebook, tornando o processo de cadastro mais simples e rápido. E para controlar o pagamento das floriculturas parceiras, utilizamos a tecnologia blockchain que torna as transações mais seguras”, afirma.

Outro ponto fundamental é estar atento à logística da entrega destes produtos. “Quando falamos de flores, por exemplo, estamos lidando com sentimentos e é preciso atender as expectativas. Precisamos pensar na qualidade do produto, no tempo de entrega etc. Temos uma rede com mais de 4 mil floriculturas parceiras em todo o país que atuam garantindo excelência em todas as etapas”, finaliza.

 

saiba antes via instagram @revistamaissantos