MANUAL 

O ginecologista é um dos profissionais da saúde mais importantes para uma mulher. Mas, não basta visitá-lo rapidamente, em nome da saúde é fundamental sair do escritório com algumas perguntas respondidas.

Qual o contraceptivo ideal? Evitar gravidez sempre foi uma atribuição da mulher. Mas a Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) quer mudar essa visão. A escolha do contraceptivo tem que não só da mulher, como também ser compartilhada com o parceiro e a ginecologista. Com várias opções existentes, a seleção deve pesar prós e contras, dependendo do perfil da mulher, do método e do contexto. Histórico familiar de trombose e câncer de mama devem ser levados em conta.

Dor no sexo é normal? Segundo um estudo britânico, uma em casa dez mulheres sentem desconforto durante a relação. Parte dos problemas por trás das dores podem ser identificadas nas consultas. Os mais comuns são alergias. Outros três problemas são: vaginismo, vulvodínia e endometriose.

Preciso fazer testes para DST? Hoje os médicos só pedem os exames caso exista a suspeita de contágio, mas, eles deveriam fazer parte da rotina de consultas. Essa é a opinião do Conselho Federal de Medicina (CFM), que aprovou uma resolução orientando ginecologistas a prescrever os testes para todas as pacientes. Segundo CFM, 25% das infecções por HIV são descobertas em estágio avançado.

Quer ler a matéria completa? Clique aqui e saiba mais.

Foto: Pixabay

saiba antes via instagram @revistamaissantos