PUBLICIDADE

viagem

Motivos para visitar a Turquia no inverno

A Turquia n√£o √© apenas um destino para as f√©rias durante ver√£o do hemisf√©rio norte. Com seus resorts de esqui, locais hist√≥ricos, instala√ß√Ķes de banho turco, gastronomia rica, ampla variedade de oportunidades de compras e atividades de arte e entretenimento, √© tamb√©m uma terra que oferece muitas atividades durante o inverno. Veja alguns dos motivos que fazem do pa√≠s o melhor lugar para se passar o inverno.

Curvas para percorrer

O pa√≠s tem mais de 100 picos acima de 3 mil metros e cerca de uma d√ļzia de esta√ß√Ķes de esqui. A montanha mais popular est√° localizada ao sul do Mar de M√°rmara, na vila alpina de Uludańü, a uma altitude de mais de 3.210 metros. A Paland√∂ken, que fica na prov√≠ncia oriental de Erzurum, √© a mais alta da Turquia e abriga uma das mais longas pistas de esqui natural da Europa.

Ruínas no inverno

A melhor √©poca para visitar as ru√≠nas greco-romanas da Turquia no Mediterr√Ęneo √© no inverno, quando o calor e a multid√£o diminuem e a atmosfera muda. Nas colinas de travertino que ficam na cidade de Antalya, √© poss√≠vel passear pelos sarc√≥fagos de Termessos, ou pelo anfiteatro n√£o restaurado situado acima das ru√≠nas de m√°rmore branco de Sagalassos. Ambas as cidades psidianas foram conquistadas por Alexandre, o Grande, em 333 aC.

Casa do Papai Noel

O verdadeiro St. Nick morava longe do Polo Norte. Ele pregava na antiga cidade de Myra, agora chamada Demre, entre as palmeiras da costa mediterr√Ęnea da Turquia. Todos os anos, em seu dia de festa (6 de dezembro), o povo ortodoxo grego se junta √† bas√≠lica de 1.500 anos de Demre para homenagear um S√£o Nicolau de manto preto e bastante magro.

Para os peregrinos, o santo √© mais Poseidon, deus do mar, do que a figura rotunda de bochechas rosadas do C√≠rculo Polar √Ārtico em vermelho. Mas n√£o se deixe enganar pela falta de renas e elfos. A lenda do Papai Noel est√° firmemente enraizada na generosidade (incluindo presentes entregues atrav√©s de uma chamin√© em meias) deste bispo bizantino do s√©culo V.

Banhos turcos para aquecer

Para refugiar-se do inverno, Istambul oferece dezenas de hamams hist√≥ricos a vapor, ou balne√°rios. Entre as mais bonitas est√° a KńĪlńĪ√ß Ali Pasha do s√©culo XVI, que recentemente passou por uma restaura√ß√£o de v√°rios milh√Ķes de d√≥lares que a devolveu √† sua gl√≥ria original. Um dos 56 balne√°rios projetados pelo lend√°rio arquiteto otomano Mimar Sinan, o complexo foi constru√≠do para KńĪlńĪ√ß Ali Pasha, um ex-escravo italiano que se tornou almirante que, segundo a lenda, foi a inspira√ß√£o para Don Quixote, de Cervantes.

Pesca √† beira mar na √Āsia e Europa

No inverno, milh√Ķes de peixes migram pelo estreito de B√≥sforo, em Istambul, do frio do Mar Negro para o calor relativo do Mediterr√Ęneo. Pescadores lotam pontos ao longo da hidrovia, que divide a cidade em bairros asi√°ticos e europeus, ou no topo da ponte G√°lata, que atravessa o Corno de Ouro, para jantar.

Para uma experi√™ncia genuinamente turca, s√£o oferecidos jantares em restaurantes tradicionais de meyhane para obter os melhores peixes de inverno, incluindo l√ľfer (peixe azul), palamut (bonito), hamsi (anchova) e mezgit (badejo).

Raiz de orquídeas selvagens, como os Otomanos

Durante o inverno, n√£o √© dif√≠cil encontrar em Istambul vendedores ambulantes com samovares de bronze fumegantes contendo uma bebida cremosa que data dos tempos otomanos. O Sahlep √© uma mistura de leite de m√°stique, a√ß√ļcar e farinha quentes feitos de tub√©rculos de orqu√≠deas, servidos com canela. Muitos turcos o bebem por suas supostas qualidades terap√™uticas, mas tamb√©m √© bastante saboroso e o ant√≠doto perfeito para um dia frio. Para acompanhar, a melhor op√ß√£o s√£o castanhas assadas na hora, conhecidas como kestane kebap, tamb√©m compradas em carrinhos de rua.

Sobremesas históricas tradicionais de inverno

Gr√£os, frutas frescas e secas, nozes, feij√Ķes, gr√£o de bico e a√ß√ļcar s√£o os principais ingredientes do aŇüure, um pudim servido para marcar o dia em que a Arca de No√© encalhou. Os componentes exatos dessa sobremesa tipo mingau variam de regi√£o para regi√£o, de fam√≠lia para fam√≠lia, mas cada um √© perfeito para um dia frio.

Outra sobremesa popular no inverno √© o marmelo, ou ayva, tradicionalmente escalfado em cravo e calda de a√ß√ļcar e servido com montinhos de creme de leite. A polpa da fruta fica vermelho-alaranjada e contrasta com os flocos de pistache verde espalhados por cima.

Ar puro no lago Abant

À pé ou à cavalo, a visita até o Lago Abant compensa. Situado no mini Lake District da província de Bolu, à noroeste de Anatólia, o local é abraçado por florestas de pinheiros e faias cobertos de neve. Uma visita ajuda a revigorar as energias.

Um mar cercado por picos nevados

De grandes altitudes, selvagem e desolada, tudo sobre a regi√£o de Van do sudeste da Turquia √© extremo: o lago Van √© o maior do pa√≠s, e os vulc√Ķes que se elevam sobre as costas norte e oeste s√£o seus picos mais altos. Com pequenas ilhas em torno do lago e antigos castelos, igrejas, mesquitas e t√ļmulos em suas margens, o local possui paisagem deslumbrante. O lago √© t√£o salgado que a maior parte dele n√£o congela no inverno. Por isso, mesmo em meados de janeiro, √© poss√≠vel pegar uma barca para a Ilha Akdamar para visitar a Igreja da Santa Cruz do s√©culo 10 – uma igreja real do Reino Arm√™nio de Vaspurakan.