4.2 // TURISMO 

O Brasil é reconhecido mundialmente pelos seus encantos naturais. E não é para menos: que país tem, dentro do seu território, as Cataratas de Foz do Iguaçu, praias de águas transparentes e quentinhas e uma floresta amazônica? Ou ainda um Pantanal e os lençóis maranhenses? Somos realmente privilegiados!

Que tal aproveitar as próximas férias, folgas ou um fim de semana que seja para viver de perto as belezas do nosso país? Selecionamos alguns destinos que não podem ficar de fora da sua lista dos sonhos!

Ah, não esquece de aproveitar a gastronomia do Brasil. Sem provar os vários sabores e texturas, a experiência fica incompleta.


Foto: Rodolfo Vilela

Ouro Preto (MG)

Cresceu entre um estreito e sinuoso vale e as encostas das chamadas Minas Gerais. A cidade tem as mais significativas obras do barroco brasileiro e foi cenário do movimento pela independência do Brasil, a Inconfidência Mineira. Seu conjunto arquitetônico e urbanístico foi declarado patrimônio mundial em 1980, o primeiro bem cultural brasileiro inscrito na lista da UNESCO.

Como chegar: O aeroporto mais próximo é o de Belo Horizonte, que fica a 107km.

 


Foto: Rodolfo Vilela

Lençóis Maranhenses (MA)

Feche os olhos e imagine um lugar mágico, com cenários paradisíacos. Para baixo, areia branca e fresca. Para cima, céu azul e um pôr do sol incrível. E o melhor, ao final de cada duna, você pode se refrescar em pequenas lagoas formadas pela água das chuvas.

Como chegar: O aeroporto mais próximo é o de São Luis (MA), que fica a 255km.


Foto: Rodolfo Vilela

Canoa Quebrada (CE)

Ensolarada na maior parte do ano, a praia de Canoa Quebrada é perfeita para a fuga do caos do dia a dia. Água de cor azul, areia clara, gastronomia impecável e muita aventura. As agências de turismo locais fazem passeios de buggy e triciclo pelas dunas e pelas praias; o vento possibilita a prática de parapente. O pôr do sol é imperdível!

Como chegar: Por Fortaleza, que fica a 150km de Aracati.


Foto: Diego Campos

Bonito (MS)

Bonito é o sonho de consumo de muitos amantes da natureza. E quem conhece o local, no coração do Mato Grosso do Sul, comprova as belezas de um dos principais destinos de ecoturismo do Brasil. Diversão, história e mistério rodeiam os principais pontos turísticos de Bonito e da região da Serra da Bodoquena, que abrange ainda Jardim e Bodoquena.

Como chegar: Poucos voos chegam ao aeroporto de Bonito (e, por isso, é bom marcar a viagem com antecedência). Outra opção é chegar por Campo Grande, que fica a 400km de distância.

 


Foto: Embratur

Natal (RN)

É imperdível um passeio ao Maior Cajueiro do Mundo e Pipa, ao sul capital potiguar. Galinhos e São Miguel do Gostoso, também são opções paradisíacas. Se hospede em Ponta Negra. Além de sol e mar, a praia tem bons restaurantes, bares e baladas noturnas. Também viste a Fortaleza dos Reis Magos, onde tudo começou.

Como chegar:  Pelo Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves, localizado em São Gonçalo do Amarante.

 


Foto: Diego Campos

Gramado (RS)

O turismo rural vem despertando a curiosidade dos viajantes que visitam Gramado (RS). A bordo da charmosa Princesinha, ônibus característico da década de 50, os caminhos de terra beirados por lenhas de eucalipto composta, ao fundo, por paisagens serranas, complementam o trajeto com destino às propriedades dos colonos.

Como chegar: Pelo aeroporto de Porto Alegre, que fica a 220km de distância.

 


Foto: Gustavo Braga

Manaus (AM)

Um passeio imperdível em Manaus é o encontro das águas dos rios Negro e Solimões. De dentro do barco os turistas podem colocar a mão na água e sentir a diferença de temperatura entre as águas quentes do Rio Negro para as geladas do Solimões. Pelo caminho é possível avistar botos nadando livremente e, com um pouco de sorte, animais nativos da floresta nas margens. O roteiro de barco pode ser facilmente contratado nas agências espalhadas pela cidade, com horários e preços negociáveis.

 


Foto: Gustavo Messina

Morro de São Paulo (BA)

Cairu é o município que hospeda a famosa e badalada Morro de São Paulo. Com sua noite animada, a ilha é a mais agitada do arquipélago. Lá não entra carro e os turistas podem fazer a maioria dos passeios a pé. Em Morro, as belas praias não têm nome e são conhecidas por sua ordem numérica. A Primeira e a Segunda praia são mais agitadas e concentram pousadas e restaurantes, a Terceira e a Quarta são mais tranquilas.

Como chegar: Pelo aeroporto de Salvador. Do aeroporto pode ir de balsa até Valença ou de ferriboat.

 


Foto: Darse Júnior

Canindé de São Francisco (SE)

Num raio de menos de 50 quilômetros, nos interiores de Sergipe e Alagoas, é possível embarcar para o Cânion do São Francisco, visitar o lugar onde Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião, foi assassinado, e ver pinturas rupestres com mais de 9 mil anos. Canidé de São Francisco (SE) guarda um pouco da história da ocupação humana na América e da memória do Cangaço. Junto com os municípios de Poço Redondo (SE), Piranhas (AL) e Olho D’Água do Casado (AL), forma um roteiro integrado diversificado com opções para diversos perfis de turistas.

Como chegar: A 210km de Aracaju e 310km de Maceió,

 


Foto: Rodolfo Vilela

Porto de Galinhas (PE)

Piscinas naturais de água transparente e morna, mangues e igrejas seculares: este é o cenário paradisíaco que o visitante vai encontrar em Ipojuca (PE).  Muitas pessoas não reconhecem o nome do município logo de cara, mas abrem um sorriso quando descobrem que é ali que fica a queridinha Porto de Galinhas.

Como chegar: A praia fica localizada a 80km de Recife.

saiba antes via instagram @revistamaissantos