PUBLICIDADE

Internacional

ONU: n√ļmeros de covid-19 na S√≠ria s√£o apenas “o topo do iceberg”

Organiza√ß√£o alerta para “impacto devastador” sobre comunidades

 

O chefe da ag√™ncia da Organiza√ß√£o das Na√ß√Ķes Unidas para Assuntos Humanit√°rios disse nessa¬†segunda-feira (30) que os 10 casos de covid-19 na S√≠ria, bem como a morte provocada pela pandemia, s√£o apenas “o topo do iceberg”.

Em declara√ß√£o¬†aos membros do Conselho de Seguran√ßa, Mark Lowcock alertou para¬†“um impacto devastador” sobre as comunidades vulner√°veis.

“Todos os esfor√ßos para prevenir, detectar e responder √† covid-19 s√£o impedidos pelo fr√°gil sistema de sa√ļde s√≠rio”. Lowcock acrescentou¬† que apenas metade dos hospitais e centros de cuidados prim√°rios estava¬†funcionando plenamente no fim de 2019.

Aqueles esfor√ßos s√£o tamb√©m prejudicados, observou, pelos elevados movimentos de popula√ß√£o, pelo desafio que √© obter fornecimentos cr√≠ticos, como ventiladores e equipamentos de prote√ß√£o, e pela¬†dificuldade de isolamento em campos de refugiados e deslocados superpovoados e com “baixos n√≠veis de servi√ßos sanit√°rios”.

Ele lembrou que mais da¬†metade da popula√ß√£o, de 18 milh√Ķes de pessoas, foram for√ßadas a sair de suas casas.¬†Mais de 11 milh√Ķes de pessoas, incluindo cerca de 5¬†milh√Ķes de crian√ßas, precisam de assist√™ncia humanit√°ria, cerca de 8¬†milh√Ķes n√£o t√™m acesso garantido a¬†comida, mais 20% do que em 2019, e 500 mil crian√ßas¬†sofrem de m√° alimenta√ß√£o cr√īnica.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia de covid-19, já infectou mais de 750 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 36 mil.

Dos casos de infecção, pelo menos 148.500 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organiza√ß√£o Mundial da Sa√ļde (OMS) a declarar situa√ß√£o de pandemia.

 

 

Fonte: Agência Brasil

Foto: Sam Tarling/Acnur – ONU News