POLÍCIA 

A Polícia Civil de Sorocaba (Deinter 7), por meio da Delegacia de Polícia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise), desarticulou uma quadrilha que comercializava remédios de maneira clandestina pela internet. Quatro pessoas foram presas.

Conforme o trabalho de investigação, o crime acontecia há cerca de um ano e, embora as plataformas de comércio digital tentassem impedir as ações, já que a venda de remédios pela internet é ilegal, os acusados, três mulheres e um homem, mantinham perfis falsos e camuflavam os produtos com o objetivo de angariar lucros. Eles passaram a negociar os produtos digitalmente, como camisetas e brincos, porém a venda só era concluída por meio telefônico.

Durante a ação policial, que resultou na prisão em flagrante delito do quarteto, os policiais civis localizaram em suas residências receitas, talonários, carimbos e aproximadamente 6 mil comprimidos, inclusive de remédios controlados e alguns que sequer possuem autorização da Anvisa para comercialização no país.

Todos responderão por crime contra a saúde pública, associação criminosa e falsidade ideológica.

 

 

 

 

Fonte: Polícia Civil do Estado de São Paulo

Foto: Deinter 7 – Sorocaba, com adaptações- ocn (c)

saiba antes via instagram @revistamaissantos