POLÍTICA 

Da redação

O presidente Jair Bolsonaro não faz mais parte do Partido Social Liberal (PSL). O anúncio foi feito nesta terça-feira (12) em reunião com deputados da sigla. Uma nova legenda já foi pensada e tem até nome: Aliança Pelo Brasil.

Agora a corrida é contra o tempo para viabilizar o partido para as eleições municipais de 2020. A proposta só pode ir adiante se alcançar cerca de 490 mil apoios em pelo menos nove estados brasileiros.

De acordo com a Revista Veja, o trabalho da assessoria jurídica de Bolsonaro é evitar que os parlamentares do PSL não percam seus mandatos. Além de tudo, busca garantir também a transferência dos recursos partidários e tempo de TV que o partido passou a ter direito depois de se tornar a segunda maior legenda na Câmara dos Deputados.

 

saiba antes via instagram @revistamaissantos