PUBLICIDADE

2.0 - REGIÃO

C√Ęmara de Guaruj√° pretende economizar R$ 22 milh√Ķes

As economias de recursos feitas pela C√Ęmara de Guaruj√° devem somar mais de R$ 22 milh√Ķes at√© o final deste ano. A proje√ß√£o √© do presidente do legislativo municipal, Edilson Dias, que neste ano espera devolver aos cofres da Administra√ß√£o Municipal valor superior a 30% da verba de custeio do parlamento local.

“Desde 2017, a nossa gest√£o vem promovendo uma s√©rie de medidas administrativas a fim de auxiliar a Prefeitura a investir em obras e em melhores servi√ßos p√ļblicos. O montante poupado, nos √ļltimos tr√™s anos, j√° alcan√ßa R$ 16,5 milh√Ķes e tem garantido recursos extras √† sa√ļde, assist√™ncia social, seguran√ßa e obras p√ļblicas”, explica Dias.

A expectativa para este ano, segundo ele, √© poupar mais cerca de R$ 6 milh√Ķes, totalizando aproximadamente R$ 22,5 milh√Ķes at√© o final da atual legislatura. “Manteremos os nossos esfor√ßos para garantir o maior volume de recursos poss√≠vel √† Prefeitura”, antecipa.

Medidas

Para tanto, Dias e os demais vereadores que comp√Ķem a mesa diretora da C√Ęmara Municipal pretendem refor√ßar as a√ß√Ķes de economia, adotadas desde 2017. Uma delas √© a renegocia√ß√£o de contratos com empresas prestadoras de servi√ßos, o que possibilitou a redu√ß√£o de 25%, em m√©dia, dos valores que at√© ent√£o eram gastos.

Tamb√©m ocorreram novas licita√ß√Ķes, mais transparentes, e com regras que permitiram a participa√ß√£o de maior n√ļmero de empresas – o que resultou na contrata√ß√£o de produtos e servi√ßos por valores menores.

Em complemento a tudo isso, foi limitado o uso dos carros oficiais; houve cortes de gratifica√ß√Ķes e iniciado um controle rigoroso de horas extras, assim como de uso de materiais e demais recursos colocados √† disposi√ß√£o dos gabinetes, entre outras a√ß√Ķes que tornaram mais eficiente a m√°quina administrativa do parlamento local.

Tamb√©m foi criada a Controladoria Interna da C√Ęmara Municipal, que promove auditoria permanente das a√ß√Ķes administrativas, evitando falhas e ajudando na fiscaliza√ß√£o de contratos; al√©m da amplia√ß√£o das regras gerais de gest√£o e fiscaliza√ß√£o de contratos firmados pela C√Ęmara de Guaruj√°, que passaram a ser monitorados permanentemente por uma comiss√£o gestora, formada por 11 funcion√°rios de carreira que atuam como fiscais e gestores de contratos – e s√£o supervisionados por um controlador, com autonomia para repassar diretamente ao TCE eventuais irregularidades detectadas.

Resultados

Essas medidas trouxeram in√ļmeros benef√≠cios √† popula√ß√£o guarujaense. Em 2017, foram devolvidos √† Prefeitura R$ 4 milh√Ķes, que ajudaram na compra de ambul√Ęncias e equipamentos de sa√ļde; mob√≠lias e autom√≥veis para os conselhos tutelares de Guaruj√° e de Vicente de Carvalho e, tamb√©m, para garantir o aumento de 10% no valor dos repasses feitos √† Apae (Associa√ß√£o de Pais e Amigos dos Excepcionais), Apaag (Associa√ß√£o de Pais e Amigos dos Autistas de Guaruj√°) e CRPI (Centro Recupera√ß√£o Paralisia Infantil Guaruj√°).

Em 2018, foram devolvidos R$ 6 milh√Ķes, que ajudaram na compra de 97 armas, 50 coletes bal√≠sticos e diversos equipamentos √† Guarda Civil Municipal (GCM); obras e compra de equipamentos para melhorar as a√ß√Ķes de zeladoria nos bairros, al√©m de investimentos nos mais variados setores da Administra√ß√£o Municipal.

Neste √ļltimo ano foram devolvidos mais R$ 6,5 milh√Ķes. A maior parte desse recurso deve ser aplicada na constru√ß√£o de uma UPA em Vicente de Carvalho (or√ßada em cerca de R$ 4 milh√Ķes).

Foto: Divulgação