REGIÃO 

O Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários Autônomos (Sindicam) iniciaram manifestação nas primeiras horas desta segunda-feira (17), em frente à entrada do Porto de Santos, na descida do viaduto da Alemoa. O bloqueio, mesmo que parcial da via de acesso aos terminais, caracteriza descumprimento da liminar aplicada ontem (16) pela Justiça Federal e que estipulava, caso não acatando a ordem, multa de R$ 200 mil por dia.

Os sindicalistas anunciaram 24 horas de greve para sinalizar ao governo federal alguns pontos de descontentamento da categoria. De acordo com o diretor do Sindicam Marcio Rodrigues, como o bloqueio da via de acesso não foi total talvez não haja descumprimento e multa.

“O movimento pede o piso mínimo da tabela de frete, a retirada do ICMS dos combustíveis e protesta contra o que chamou de “perda de [postos de] trabalho no porto. Temos conversado com a categoria e, por isso, não tivemos fluxo de caminhões na entrada, .”, explicou um dos líderes do Sindicam.

Neste domingo, a reportagem do Portal Mais Santos publicou a decisão completa, confira:

(Foto: Divulgação)

saiba antes via instagram @revistamaissantos