REGIÃO 

Um grupo de seis crianças passou mal na tarde da última quarta-feira (22) na Escola Estadual Marechal do Ar Eduardo Gomes, em Vicente de Carvalho, Guarujá.

O acidente aconteceu após um exercício da Polícia Militar no interior da Base Aérea de Santos, que simulava aplicação de gás lacrimogênio.

Em função das alergias e problemas respiratórios, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) da cidade foi acionado e os alunos foram encaminhados ao Pronto Socorro de Vicente de Carvalho. Eles foram liberados e passam bem.

O colégio, imediatamente ao lado das instalações militares, contava com cerca de 400 alunos no período do exercício.

Resposta

A Polícia Militar esclarece que, nesta quarta-feira (22), realizou instrução na Base Aérea de Santos, de Controle de Distúrbios Civis – CDC -, para ações em que haja a necessidade de restaurar a Ordem Pública em tumulto de pessoas, com a utilização de gás lacrimogêneo, supervisionado por instrutores capacitados. Devido alteração de fatores climáticos, o gás ultrapassou a área da base militar e, imediatamente, a instrução foi interrompida. Os treinamentos desta natureza estão suspensos naquele local.

Já a Diretoria Regional de Ensino de Santos informa que a equipe gestora da unidade acionou o SAMU imediatamente. Os pais dos alunos que se queixaram de incômodos também foram chamados à escola. As aulas do período noturno foram suspensas. Todo o conteúdo pedagógico será reposto. Hoje as aulas seguem normalmente.

saiba antes via instagram @revistamaissantos