2.6 // EDUCAÇÃOREGIÃO

Trabalhar com o imaginário dos alunos não só com a prática da leitura, mas, principalmente, por meio da escrita de contos e poesias. O resultado final dessa viagem literária culminou no lançamento do livro “O Mundo em
Minhas Mãos”. A obra literária conta com a participação de 70 alunos, do 6º ao 8º ano do Ensino Fundamental da EM Roberto Mário Santini, Bairro Guilhermina. A noite de autógrafos ocorreu no Espaço Flex, na Biblioteca
Porto do Saber, no Boqueirão.

Realizado na última sexta-feira (14), o lançamento do livro contou a presença da secretária de Educação, Nanci Solano Tavares de Almeida, e o chefe da Seção de Ensino Fundamental II, Israel Batista de Oliveira. O presidente da Casa do Poeta Brasileiro de Praia Grande, Celso Correa de Freitas, e a poetisa, Ludimar Molina, também conhecida como Vovó do Rap, também prestigiaram a noite de autógrafos.

O ponto alto da cerimônia ficou por conta de alguns alunos autores que fizeram a leitura de seus contos e poesias. Entre os jovens que compartilharam o texto que escreveram com o público estava a estudante Maria Eduarda Ayumi Yonamine, 11 anos. “Achei super legal a iniciativa da direção de propor para nós fazermos o livro. Quando lemos temos a possibilidade de viajar sem sair do lugar. Agora posso proporcionar isso a outra pessoa com a poesia que escrevi”. Arthur Silva Machado de Lira, 12 anos, também tem um texto feito por ele publicado em “O Mundo em Minhas Mãos”. Em sua poesia, o jovem buscou mostrar a importância das palavras e da comunicação como fator principal para a evolução dos seres humanos. “Foi muito divertido participar. O professor pegou a gente de surpresa com a proposta. Nunca imaginei que teria um texto publicado em um livro. A sensação foi como se tivesse ganhado um prêmio”.

De acordo com a diretora da EM Roberto Mário Santini, Roselene Rodrigues de Farias, a ideia de fazer o livro surgiu conversas com uma funcionária da unidade escolar que comentou sobre o prazer da leitura e escrita. “Foi quando despertou a ideia de fomentar esse sentimento aos alunos. Em sala de aula, os estudantes começaram a trabalhar a temática com os professores a produzir os contos e poesias”, detalhou.
Para escolher qual seria a capa do livro, a unidade de ensino contou com a participação da comunidade escolar. Pais e responsáveis foram convidados a desenvolver um desenho ou gravura que representasse a temática “Quando eu Escrevo Viajo pelo Mundo, Quando eu Leio Tenho Ele em Minhas Mãos”. A imagem mais votada estampa a capa do livro lançado pelos alunos no Espaço Flex.

“O resultado foi muito mais do que a gente esperava. Porque conforme a gente lê os textos escritos por eles, nos faz mergulhar de tal forma nas histórias que realmente nos dá a impressão de estar com uma obra literária nas mãos”, enalteceu Roselene de Farias. “Além dos alunos, a participação dos professores e funcionários na confecção do livro e na organização do evento também contou para o sucesso alcançado”.

A secretária de Educação, Nanci Solano Tavares de Almeida, fez questão de parabenizar o trabalho realizado pelos alunos, professores e por toda a equipe da EM Roberto Mário Santini. “Enquanto esperávamos o evento começar fiz questão de ler as poesias e contos escritos. Fico imensamente feliz em ver a qualidade textual que os nossos alunos produziram. Uma das poesias fala do sonho de uma das jovens em ser professora quando crescer e eu me vi na história dela, pois, quando pequena eu também tinha a mesma vontade”.

saiba antes via instagram @revistamaissantos