2.3 // TRÂNSITOREGIÃO

Lombadas eletrônicas para fiscalização de trânsito são reinstaladas em PG

As lombadas eletrônicas de Praia Grande, dispositivos usados para controlar a velocidade do tráfego de veículos, começarão a ser reinstaladas na noite desta quinta-feira (20). Os equipamentos ficarão em cinco pontos da Cidade, nos Bairros Canto do Forte, Aviação Ocian e Nova Mirim (nos mesmos locais dos antigos dispositivos, desativados em 2016). A novidade é a instalação de um novo trecho de radar, na Avenida Ayrton Senna, no Bairro Xixová, em ambos os sentidos de circulação da via. De acordo com a Secretaria de Trânsito (Setran), responsável pela gestão do serviço, as instalações devem terminar até dia 15 de janeiro, quando será iniciado período de aferição. A intenção é que os equipamentos comecem a funcionar no final de janeiro.

No total, são 10 lombadas, em 5 pontos diferentes (uma em cada faixa de rolamento), nos seguintes pontos: Avenida Marechal Mallet, entre os números 980 e 1078, Bairro Canto do Forte; Avenida Presidente Kennedy, 4540 (sentido Boqueirão/Mirim), no Bairro Aviação; Avenida Presidente Kennedy, 7490 (sentido Boqueirão/Mirim), no Bairro Ocian; Avenida Dr
Roberto de Almeida Vinhas, na altura da Rua Michel Alca, Bairro Ocian; e Avenida Ministro Marcos Freire, na altura da Rua José Bestileiro Lopes, Bairro Nova Mirim. Nestes locais, a velocidade máxima permitida será de 40 km/h. Ao passar no trecho, painéis mostrarão a velocidade atual do veículo com base nos dados fornecidos por sensores no solo. Já a Avenida Ayrton Senna, entre os Viadutos do Sol e Álvaro dos Santos, na altura da Rua Paulo Sérgio Garcia, receberá um radar de velocidade, sem painel fixo. Os equipamentos serão instalados nos dois sentidos de rolamento (Praia Grande/São Vicente e São Vicente/Praia Grande). No
trecho, a velocidade máxima permitida será de 60 km/h. Esta será a primeira vez que a via receberá um dispositivo de controle de velocidade.

Entre 300 e 100 metros das lombadas eletrônicas e radar, serão instaladas placas de sinalização e orientação sobre os dispositivos. E as multas que serão aplicadas em caso de irregularidades seguirão normas estabelecidas pelo Código de Trânsito Brasileiro e Resolução 146/2003 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Segundo a diretora da Divisão de Planejamento e Engenharia de Tráfego da Setran, Michele Rezende de Mesquita, os locais que receberão novamente as lombadas eletrônicas tem como características principais o grande fluxo de pedestres, veículos e bicicletas. “Nestes locais, a utilização da lombada eletrônica é o ideal, por se tratar de um equipamento de grande
visibilidade e sinalização própria”. Mesquita comentou também sobre a necessidade de um equipamento eletrônico de fiscalização na Ayrton Senna. “É uma das principais vias da Cidade, que recebe um fluxo muito grande de veículos que seguem para o Litoral Sul. Depois de levantamentos feitos pela Setran, constatamos que este tipo de dispositivo seria o mais
adequado ao local para evitarmos acidentes e, principalmente, mortes no trânsito”.

saiba antes via instagram @revistamaissantos