REGIÃO 

Da redação

Um especialista em pontes e viadutos, contratado pela Prefeitura de São Vicente, entregou um novo laudo nesta segunda-feira (19) sobre a Ponte dos Barreiros. O acesso liga o continente a Área Continental da cidade e teve sua estrutura condenada pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).

De acordo com uma nota encaminhada pela administração municipal, o documento elaborado pelo especialista dá um prazo de 180 dias e mantém as solicitações do antigo laudo do IPT, de dezembro de 2018. Dentre as ações definidas à época estavam à suspensão da passagem de caminhões com mais de dois eixos e a implantação de lombadas nas cabeceiras da ponte.

A partir de agora, com base no novo estudo, será implantado um redutor de velocidade no meio da ponte, com velocidade máxima de 40 km/hora, e a restrição de trânsito para caminhões, mesmo com dois eixos, que ultrapassem a carga máxima de 24 toneladas peso total (caminhão e carga). Também será intensificada a fiscalização no local. O novo laudo foi encaminhado aos representantes da Justiça e do Ministério Público.

saiba antes via instagram @revistamaissantos