POLÍCIAREGIÃO 

Da redação

Os policiais civis do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), desativaram duas fábricas para a produção de entorpecentes em Guarujá. A ação aconteceu na segunda-feira (21). Foram apreendidos frascos de lança-perfume e comprimidos de ecstasy. Os dois responsáveis pelo laboratório foram presos.

As investigações que permitiram acabar com o esquema criminoso foram coordenadas por agentes da 2ª Delegacia da Divisão de Investigações sobre Crimes contra o Patrimônio (Disccpat). As equipes apuravam o funcionamento de um depósito de organização criminosa, na rua Vicente Leporace, controlado por dois homens que utilizavam dois veículos nos deslocamentos.

O local passou a ser monitorado e a ação policial foi realizada após uma movimentação suspeita. A dupla foi abordada quando saía do imóvel e, em um primeiro momento, não soube explicar o motivo de ficar três horas dentro da residência.

Em seguida, os suspeitos confessaram que ali havia maquinário para a produção de drogas, além de indicar outro imóvel, na rua Maranhão, também usado para a ação criminosa. Ao todo, foram apreendidos dois equipamentos para a produção dos entorpecentes, bem como 60 frascos de lança-perfume e 12,6 quilos de comprimidos de ecstasy e insumos.

Os dois homens foram presos em flagrante, levados à especializada e autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

 

saiba antes via instagram @revistamaissantos