ONLINE

Desirée Russo, arquiteta de sucesso

Por Juliana Moraes
Fotos: Lucas LeiteAos 31 anos, a arquiteta Desirée Russo tem um negócio de sucesso na baixada santista. Formada em São Paulo, a empresária tem, ao lado da família, a Casa Mármore, empresa que oferece desde pisos, revestimentos a painéis e peças de decoração em mármores, granitos e industrializados, como Silestone e Dekton (Cosentino), além de serem Loyalty Platinum da Cosentino, sendo os únicos da Baixada Santista.
A equipe da Revista Mais Santos conversou com a arquiteta, que revelou projetos para 2019 e contou um pouco da sua trajetória. Confira abaixo a entrevista completa:Nos conte um pouco sobre a sua trajetória. Quando viu que queria seguir os passos da família dentro da área profissional? A vida toda tive contato com desenhos, escalas, autocad. Passei a infância toda desenhando, e então resolvi fazer faculdade de arquitetura e urbanismo. Cursei em Campinas na PUC, me formei e trabalhei em escritórios de arquitetura em Santos, SP e ABC. Com projetos de interiores, executivos, estudos, projeto legal. Quando minha mãe abriu a Casa Mármore, e firmou a nova marca me chamou para estar do lado dela principalmente no relacionamento com arquitetos e designers, e marketing.

Por que você decidiu entrar no ramo? Na verdade, eu sou do ramo, me formei em 2009 e trabalhei todos esses anos na arquitetura. Aí eu vim pra Baixada Santista, minha família sempre trabalhou nesse ramo, então eu cresci nesse meio e foi algo natural.

Qual o grande diferencial da Casa Mármore para outras empresas do ramo? O acabamento e a qualidade do material, principalmente os naturais. Assim, eu, minha mãe, meu irmão e todos os funcionários sempre prezamos pela qualidade e pelo cliente satisfeito no final, então se os clientes querem um bom acabamento, material de qualidade, têm que procurar a Casa Mármore, porque minha mãe, por exemplo, cada chapa que entra, ela escolhe a dedo, nem que tenha que pagar mais caro por isso.

Quais os serviços que a Casa Mármore oferece? Tudo em mármores, granitos e industrializados, como Silestone e Dekton (Cosentino). Somos Loyalty Platinum da Cosentino, os únicos da Baixada Santista. Quando digo tudo, é desde pisos, revestimentos, bancadas, lavatórios, pias, mesas, paineis, vasos, peças de decoração, entre outros.

Como é feita a escolha do mármore ideal para determinado ambiente? Tem o mármore granito e tem os industrializados., o quartzo e o dekton, e cada um deles é especifico para um ambiente. A gente não aconselha que se use mármore, por exemplo, em cozinhas porque ele é mais frágil, então a gente usa somente em banheiros, piso ou mesa. O granito para a cozinha e espaço gourmet é perfeito, e pode ser usado também em banheiro. O quartzo pode ser usado em todos os ambientes e o dekton é um material ultra tecnológico que é o mais resistente e também funciona pra tudo, principalmente piso de auto tráfego.

Como você enxerga o ramo de marmorarias na cidade? Eu acho que é um ramo interessante e que tem futuro, principalmente a cultura brasileira tem essa coisa de que aquilo vai durar pra sempre. Então, pedras, mármores, granitos e os industrializados são coisas que duram pra sempre, e nós temos coisas que é do meu bisavô que está em ótimo estado. Eu acho que não tem como deixar de crescer, porque o vem crescendo bastante são os industrializados.

Como é o seu dia a dia na Casa Mármore? Eu fico bastante na parte de marketing e relacionamento com os arquitetos porque nós atendemos muitos deles. Faço muitos desenhos dos trabalhos que eu atendo porque eu também sou arquiteta, acompanho pós-vendas, fotografias para serem postadas nas páginas, atendo clientes, acompanho a produção junto com a minha mãe, participo de eventos, e é isso.

O que você gosta de fazer no seu tempo livre? Eu gosto de viajar quando tenho uma folguinha, no dia a dia ir pra academia, fim de semana assistir Netflix e ficar com os meus sobrinhos.

O que você mais gosta na cidade de Santos? Eu adoro a ciclovia, gosto do Jardim de Santos que é lindo e sair pra comer porque nós temos várias opções ótimas.

Quais os planos para o futuro? Eu não pretendo deixar a Casa Mármore, mas eu pretendo voltar a atuar como arquiteta. Eu trabalhei durante seis anos como arquiteta em São Paulo em empresas grandes, então a minha ideia é conciliar a Casa Mármore principalmente na parte de marketing e relacionamento que é o que eu mais faço e também atender alguns clientes.

Como é ter um negócio de sucesso ao lado da família? Gratificante. Sempre tive orgulho de ver o quanto minha mãe é trabalhadora e estar ao lado dela e ver de perto e dar cada vez mais valor a tudo.

Como você definiria a arquitetura em sua vida? É minha paixão!

Clique aqui e confira entrevistas com outros personagens da região



saiba antes via instagram @revistamaissantos