ONLINE

Felipe Santana, vencedor da promoção de Natal da Revista Mais Santos

Por Juliana Moraes
Fotos: Liliane Souza

Felipe Santana foi o grande vencedor da promoção de Natal feita pela Revista Mais Santos. Aos 34 anos, Felipe usou a frase “O Natal fortalece as amizades, as parcerias e o perdão, para não levar nada de energia negativa para o próximo ano, além de agradecer tudo o que passou, as coisas boas e as ruins. As coisas ruins ficam de aprendizado para não acontecerem novamente” para dizer o que o Natal representa para ele.

Dono do seu próprio negócio e amante da fotografia, Felipe já participou de projetos sociais e sabe a importância disso na vida de qualquer pessoa. Ele espera que o próximo ano seja de muita prosperidade não só pra ele, mas para todos.

Em um bate-papo descontraído com a equipe da Revista Mais Santos, Felipe contou um pouco sobre trabalho, projetos, planos para o futuro e mais!

Por que decidiu participar da promoção? Achei o tema interessante. Gosto dessa época do ano.

Você trabalha? Com o que? Sim eu trabalho, sou sócio de uma empresa de consultoria de mercado e logística agrícola especializada na commodity café, fazemos análise de tendências mercadológica e comercialização no mercado interno e externo.

Como é ter seu próprio negócio? É interessante, sempre quis ter meu próprio negócio, me esforçar para expandir e ter retorno por isso, além de ter prazer e me divertir. Há uma responsabilidade enorme porque a minha credibilidade pode ser manchada se algo der errado e além disso somos responsáveis não só por nós, como por muitas outras pessoas.

Qual seu hobby? Meu hobby é a fotografia. Esse hobby nasceu por eu viajar e ver belíssimas paisagens, mas antigamente não fotografava e com decorrer do tempo ia se perdendo da minha memória. Então, comecei a fotografar os lugares para eu não esquecer e recordar sempre que eu quisesse, porque mesmo você estando em um lugar você não consegue perceber as coisas mínimas que realmente são belíssimas que você pode analisar em uma foto. Com o decorrer do tempo, fui gostando muito e resolvi aprender por conta própria de como mexer em uma câmera, novas técnicas, e acho que fui melhorando (risos). Gosto de fazer trilhas, ir em praias desertas e combinou, pois, gosto muito de fotografar paisagens, o ruim que com passar do tempo as câmeras foram ficando maiores e mais pesadas e carregar nas trilhas cansa um pouco mais (risos).

O que o natal representa pra você? Gosto do Natal pois ele fortalece as amizades, as parcerias e o perdão, para não levar nada de energia negativa para o próximo ano, além de agradecer tudo o que passou, as coisas boas e as ruins. As coisas ruins ficam de aprendizado para não acontecerem novamente.

Como você comemora? Eu sempre comemoro com a família, sempre visito todos entre o dia 24 e 25, e é uma verdadeira maratona. Acho muito importante passar essa época com a família.

O que você espera para o próximo ano? Espero que no próximo ano busquemos melhorar, não esperar por política que vá resolver tudo, ou esperar o dia da sorte para tentar fazer algo. Eu espero que a gente vá atrás dos nossos sonhos e crescimento, que as pessoas passem mais harmonia, paz, pois cada um fazendo sua parte a sociedade evolui e melhora em todos aspectos.

Já participou de algum projeto social ou trabalho voluntário? Sim, já participei. Fui fundador do Rotaract Club distrito 4420 e membro do conselho diretor no primeiro mandato em 2007. Nessa época tínhamos muitos trabalhos voluntários para ajudar sociedade no geral, asilos, creches, pronto atendimento era um trabalho muito interessante. Hoje em dia faço alguns trabalhos voluntários, mas muito pouco comparado ao período em que estava no clube. No próximo ano pretendo fazer mais para as pessoas mais necessitadas, doar algo que você não usar, o que pode ser de grande valia para uma pessoa. Como falei acima, cada se um fizer sua parte, não esperar o momento certo, você fazer acontecer, nosso país vai para frente.

Como é você no dia a dia? Depende, no geral sou uma pessoa mais séria, gosto de fazer tudo de acordo com o que planejei no “trabalho”, mas nada me impede de fazer algumas improvisações.

Defina-se em uma palavra? Realista

Clique aqui e confira entrevistas com outros personagens da região



saiba antes via instagram @revistamaissantos