ONLINE 

Por Lucas Leite

Marcos Oshiro tem apenas 15 anos, mas já é um dos grandes destaques do karatê na Baixada Santista. O jovem atleta conquistou no último mês de abril o título do Campeonato Sul-Americano de Karatê, disputado em Guayaquil, no Equador.

De acordo com Marcos, em um rápido bate-papo com a equipe da Revista Mais Santos, sua paixão pelo karatê começou ainda aos oito anos de idade e perdura até hoje. Ele conta que tem o sonho de ser campeão Pan-Americano, título que está disputando até o dia 27 de agosto no Rio de Janeiro, e Mundial.

Confira abaixo a entrevista completa:

Como o karatê entrou na sua vida?

Quando eu era pequeno eu sempre gostava de filmes e desenhos de luta e ação, então pelo encorajamento do meus pais e tio, que também já praticou, decidi tentar. Desde então, nunca parei.

Já praticou algum outro esporte?

Comecei pelo futebol e handball na escola, eu gostava demais mas nunca consegui me destacar. Também já fiz tênis e tênis de mesa.

Você pensa em seguir carreira no karatê?

Gostaria demais! Mesmo ainda sendo o começo de tudo, penso em chegar lá.

Qual é a importância do esporte na sua vida?

Hoje, treinar é uma das coisas que eu dou mais prioridade.

Quais os ensinamentos aprendidos no Karatê que você levou para vida?

Disciplina e respeito acima de tudo!

Como descobriu que o karatê era realmente o que você queria?

Quando comecei a competir, vi que era aquilo que eu mais gostava, ganhando ou perdendo a sensação de lutar em um campeonato era incrível.

Como você faz para conciliar os seus treinos e competições com a vida escolar?

Meus treinos durante os dias de aula são todos à noite, então voltando da escola tenho tempo para estudar e fazer as tarefas, mas quando viajo acabo perdendo algumas aulas e às vezes até provas, tendo que recuperar tudo quando volto.

Qual é a sensação de ser campeão sul-americano de karatê?

Muito gratificante!! Mas ainda não é a maior meta que estou buscando, com certeza meus maiores objetivos são os títulos de campeão Pan-Americano e Mundial que ainda pretendo alcançar um dia.

Qual dica você daria para uma pessoa que gostaria de praticar o karatê?

Dedique-se, tente dar o máximo a cada dia e veja você se superando cada vez mais! Foco e sangue nos olhos (risos).


saiba antes via instagram @revistamaissantos