1.0 // SANTOS1.7 // ESPORTE

Apresentado nessa sexta-feira, William Machado não fala sobre relação com o Corinthians

O novo gerente técnico do Santos, William Machado, foi apresentado pelo gerente de futebol Gustavo Vieira nesta sexta-feira. O recém-contratado fugiu da sua relação com o Corinthians, onde teve passagem em 2011 e espera que com o tempo o seu trabalho no Peixe quebre a desconfiança dos santistas

– Eu não vi isso como preocupação (relação com o Corinthians). Eu entendo essa ligação, por tudo que foi conquistado, mas tenho relação forte com Grêmio, Ipatinga, América-MG… Nenhum desses outros são rivais diretos, mas mostra que, felizmente, eu sempre tive boa aceitação pela forma que eu encarava o momento presente. E o momento é o Santos. Alguns torcedores tenham um certo receio, que eu acredito que será passageiro assim que o trabalho começar a ser feito e demonstrado. Trabalhei em empresas deixando as portas abertas pelo trabalho e forma que me posicionei. Espero que eu tenha um excelente ano – explicou em entrevista coletiva no CT Rei Pelé.

William também comentou sobre a base do Peixe e da empolgação e responsabilidade em ter contato com os meninos. Como jogador ele conquistou título pelo Ipatinga, o campeonato Gaúcho pelo Grêmio e o Paulista da série B e da Copa do Brasil pelo Corinthians.

– Tive excelentes profissionais na base, me educando a ser jogador e cidadão, homem. Essa oportunidade no Santos, de ligação muito forte com a base, me motiva mais para colaborar e poder dar chance melhor e poder dar essa mesma oportunidade aos garotos que têm o mesmo sonho. Temos um país pobre no termo educacional, é triste, então vejo muita responsabilidade nos clubes. Temos responsabilidade educacional e de formação do ser humano. Pretendo colaborar com essa escola de grandes talentos, na formação de fantásticos seres humanos também – disse.

Questionado sobre Gabigol, o gerente técnico despistou e passou a responsabilidade para Gustavo:

– É a parte do Gustavo. Minha função é entender as necessidades do clube, traçar perfil e sugerir dois ou três nomes de acordo com faixas salariais para o clube saber até onde ir. Claro que o Gabigol é um jovem, formado no Santos e nós entendemos que o Santos esteja de portas abertas. Será uma oportunidade fantástica se concretizar. Vocês deveriam ter perguntado ao Gustavo. Isso, infelizmente, vou ficar devendo. 

Fonte: Terra
Foto: Arthur Faria
 

saiba antes via instagram @revistamaissantos