1.6 // EDUCAÇÃOSANTOS

Equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil passaram a quarta-feira (2), na Praça das Bandeiras, promovendo a Campanha de Prevenção de Acidentes com Crianças. A mobilização alerta munícipes e turistas sobre os riscos que podem ser encontrados em casa, na escola, em meios de transportes e vias públicas.

Distribuindo cartilhas de orientação e chamando a atenção de pais e responsáveis de crianças, o sargento Teixeira explica que mesmo que não cause dano imediato às crianças, o descuido pode trazer problemas para toda a vida. “Esses cuidados também estão ligados à qualidade de vida inteira da criança. A falta de atenção pode gerar sequelas sérias.”

Algumas das orientações, por exemplo, reforçam que os cabos das panelas devem estar sempre virados para dentro do fogão e toalhas de mesa compridas não são recomendadas, pois as crianças menores podem puxá-las para se apoiar.

Nos carros, o cinto de segurança é projetado para proteger adequadamente crianças de no mínimo 1,45m de altura e, nas escolas, os responsáveis precisam se atentar às telas de proteção nas janelas e em vãos de lugares altos.  Houve também demonstração de como salvar uma criança de engasgamento e instruções de como fazer uma reanimação cardiorrespiratória enquanto se está à espera do resgate.

A Defesa Civil orientou os banhistas sobre o procedimento a se tomar quando uma tempestade com trovoadas e raios começa. A principal indicação é procurar um abrigo fixo, que não inclui árvores, postes de luz ou barracas montadas na faixa de areia da praia.

A ação é uma parceria entre o Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e a ONG Criança Segura.

Fotos: Susan Hortas

saiba antes via instagram @revistamaissantos