COTIDIANOREGIÃO

Duas unidades da Farmácia Popular vão fechar no próximo dia 30 em Santos

Santos vai perder as duas unidades de Farmácia Popular ativas na cidade. As unidades da Rua da Constituição, 321, no bairro Vila Nova, e da Avenida Nossa Senhora de Fátima, 555, no Chico de Paula, fecharão as portas no próximo dia 30.

A administração municipal afirma que os munícipes não sentirão o impacto do fechamento, e reitera que todos os medicamentos ali ofertados poderão ser retirados na rede pública e privada. Entretanto, principalmente os moradores da Zona Noroeste protestam contra o fim do serviço, alegando descaso e falta de compromisso com os moradores da região.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Santos, o encerramento das atividades dos dois pontos se dá por conta do término do repasse federal para o custeio das unidades, o que foi definido em março na reunião da Comissão Intergestores Tripartite (CIT), em Brasília, ao lado de representantes do Ministério da Saúde e de secretarias estaduais de saúde.

Cada Farmácia Popular, que haviam sido inauguradas em 2009, arrecadavam entre R$ 1 mil e R$ 1,5 por mês, e vendiam uma média de 650 unidades de medicamentos. Para funcionarem de segunda a sábado, custavam cada uma cerca de R$ 50 mil ao mês. Destes, R$ 37,5 mil vinham da Prefeitura de Santos.

saiba antes via instagram @revistamaissantos