COTIDIANOREGIÃO

A Rua do Comércio, a Prefeitura (Praça Mauá), o Mercado Municipal e o Cais Vila Mathias, em Santos, estão sendo palco para gravações do longa-metragem ‘Nada a Perder’, pela Paris Filmes. As gravações do filme, baseado no livro de mesmo nome, ocorreram neste sábado (26), na Praça Mauá, e prosseguem no domingo (27), nos outros dois equipamentos públicos. A Rua do Comércio já foi cenário em fim de julho, onde se representou uma quermesse, seguida de procissão, na época em que Edir era católico. A equipe de filmagem contou com cerca de cem pessoas.

No Mercado será colocada uma placa para simular uma maternidade, onde nasceram os filhos do protagonista, além da presença de carros antigos.  Já no Cais Vila Mathias foram pintadas as fachadas das casas que ficam na rua lateral, representando a casa da família do religioso.   

A história de Edir será contada em duas partes: Nada a Perder I e Nada a Perder II. Ambos estão sendo rodados simultaneamente, com três unidades, em Santos, São Paulo e Campinas, totalizando 250 profissionais. A trama se passa da década de 60 aos dias de hoje. A previsão é que esteja nos cinemas no primeiro semestre de 2018 e depois seja veiculado na TV Record.

Algumas gravações foram feitas também em São Paulo e no Rio de Janeiro e que, em setembro, filmarão na África do Sul e Israel.  

SANTISTA – O diretor de fotografia do filme, Hélcio Alemão Nagamine, é santista. “Fui fazer faculdade de Cinema na USP e fiquei por São Paulo, mas tenho família na cidade e estou gostando de gravar aqui”. Na área desde 1990, Alemão, como é conhecido, tem no portfólio longas como ‘Querô’, rodado em Santos; ‘Terra Vermelha’, e ‘Meu País’.         

saiba antes via instagram @revistamaissantos