REGIÃOSANTOS 

O que era para ser uma noite de diversão para o dançarino Gil Paiva, terminou em agressão. Na madrugada deste domingo (13), ele alega que, durante o Litoral Festival, em São Vicente, foi agredido por um homem desconhecido. “Sofri um ataque homofóbico”, conta.

Conforme Gil, ninguém da organização do evento lhe ofereceu suporte, ainda que ferido na região do pescoço.

A assessoria do Litoral Festival confirma que a briga ocorreu, mas que foi apartada pelo segurança. Gil foi encaminhado para ambulância e recebeu assistência. Devido a não gravidade do ferimento, foi orientado a ir para uma unidade de saúde.

Hoje pela manhã (14), o advogado José Beraldo irá representar Paiva na Delegacia de Polícia de São Vicente. Abrirá um processo contra a organização do show.

saiba antes via instagram @revistamaissantos