REGIÃOSANTOS

Diferença de 167,57% nos preços de material escolar chamam atenção na Baixada

A Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, fez uma pesquisa e detectou a diferença de preço de até 167,57% para um mesmo produto que compõe o material escolar, na Baixada Santista, no litoral de São Paulo.

A pesquisa foi realizada nos dias 8 e 9 de janeiro pela equipe do núcleo regional de Santos, em conjunto com os procons municipais de Guarujá, Praia Grande e São Vicente. O levantamento envolveu um total de 109 itens do material escolar e oito estabelecimentos.

O Procon detectou uma diferença de preço de até 167,57% para um mesmo produto. Essa diferença foi encontrada no Papel Sulfite Ofício 9 Premium (pacote com 500 folhas brancas), da Suzano Report, que em um local custava R$ 59 e, em outro, R$ 22,05.

O Procon recomenda verificar quais dos produtos da lista de material o consumidor já possui em casa e se estão em condição de uso, além de promover a troca de livros didáticos entre alunos, o que também garante economia. Alguns estabelecimentos concedem descontos para compras em grandes quantidades, dessa forma pode ser interessante o consumidor se reunir com outros pais para uma compra coletiva.

As escolas não podem exigir a aquisição de qualquer material escolar de uso coletivo como materiais de escritório, de higiene ou limpeza, por exemplo, conforme determina a Lei nº 12.886 de 26/11/2013.

Fonte: G1

saiba antes via instagram @revistamaissantos