SANTOS 

O programa Justiça Restaurativa inaugurou  um novo Núcleo de Educação para a Paz, nesta terça-feira, na escola municipal Antônio de Souza Demóstenes Britto (Boqueirão).

 

O equipamento, parceria com o Rotary Club Santos Boqueirão, que fez a doação financeira para o projeto, vai beneficiar 450 alunos de 1º a 5º ano.


Na segunda-feira (2), já havia sido inaugurado um semelhante na escola Edméa Ladevig (Gonzaga), enquanto a ‘Avelino da Paz Vieira’ ganhou um núcleo em junho.  


Estes núcleos são referência dentro da escola para realizar os círculos de construção de paz, desenvolvendo escuta ativa, empatia, amizade, respeito, amor, tolerância, entre outros valores. A intenção é ouvir as necessidades dos alunos, prevenir e solucionar situações de conflito entre todos os envolvidos, com restauração do dano, e não punição.

 

ESTRUTURA

A sala entregue à escola foi toda reformada, climatizada, e conta com 15 tablets, um computador, wi-fi, televisão, mesa, cadeiras, armário, grades, objetos de fala utilizados nos círculos e jogos educativos. Segundo a integrante do Rotary Club Santos Boqueirão, Maria da Graça Aulicino, a verba foi procedente do subsídio global da entidade, num total de US$ 58 mil.      


Durante a entrega do núcleo, foi lido o texto ‘A menina do Vestido Azul’, que mostra a importância dos gestos de cada um para contagiar a atitude do próximo. Para a diretora da Demóstenes Britto, Fátima Lúcia Oliveira Souza, a escola está em festa por receber um espaço especial para construção da paz. “Ficamos muito felizes, agradeço o apoio de todos que acreditaram em nós. Vamos ampliar ainda mais as ações restaurativas desenvolvidas aqui.”   


Além da equipe da unidade, o evento foi prestigiado pela coordenadora operacional do Programa Justiça Restaurativa, na Seduc (Secretaria de Educação), Liliane Claro de Rezende, por Valéria França Garcia, ex-aluna da unidade Avelino, e pelo arquiteto responsável pela reforma, Alessandro Lopes, que doou o projeto arquitetônico para o programa Justiça Restaurativa.


SAIBA MAIS

O programa está presente nas 84 escolas municipais. Apenas no primeiro semestre deste ano, foram realizados 218 círculos restaurativos. Iniciada em 2014, a Justiça Restaurativa diminuiu o número de conflitos escolares em 85% até o momento.  

saiba antes via instagram @revistamaissantos