1.7 // ESPORTEBRASIL & MUNDO

Cruzeiro volta a vencer o Corinthians e é campeão da Copa do Brasil

Após vencer o jogo de ida por 1 a 0, o Cruzeiro voltou a vencer o Corinthians, desta vez por 2 a 1, e se sagrou campeão da Copa do Brasil, em partida disputada em Itaquera, na Arena Corinthians.

A equipe do Parque São Jorge precisava de uma vitória simples para, pelo menos, levar a partida para os pênaltis. Já a Raposa, precisava apenas não perder para garantir o título.

Em um primeiro tempo bastante truncado, o Cruzeiro se mostrou mais preparado do que a equipe da casa e conseguiu sair na frente. Após bobeio de Léo Santos pela direita, Rafinha tocou para Barcos. O atacante argentino limpou para o meio e colocou no cantinho. Porém, a bola bateu na trave e voltou para Robinho bater forte, com o gol aberto, e abrir o placar.

Na volta do intervalo, o Corinthians decidiu partir para a cima do adversário para buscar a virada e conseguiu empatar a partida. Aos sete minutos, Thiago Neves dividiu com Ralf dentro da área cruzeirense e o árbitro, após o uso do VAR, enxergou um polêmico pênalti. Na cobrança, Jadson deslocou Fábio e empatou a partida.

Aos 24, mais um lance polêmico. Após dividida de Jadson e Dedé, Pedrinho chutou de longe e marcou um belo gol. O árbitro, porém, com o uso do VAR, viu falta do camisa 10 corintiano no zagueiro cruzeirense e anulou o gol da virada alvinegra.

Abalado com o gol anulado, o Cruzeiro chegou ao gol da vitória aos 36 minutos da etapa final. Após defender a seleção uruguaia e encarar 25 horas de vôo para chegar a tempo da decisão, Arrascaeta saiu cara a cara com Cássio e deu um toque sutil por cima do goleiro corintiano para selar a vitória e o sexto título de Copa do Brasil da equipe mineira, que ainda se tornou a primeira a ser bicampeã de forma consecutiva do torneio nacional.

 

Foto: Marcos Ribolli

saiba antes via instagram @revistamaissantos