1.7 // ESPORTE 

A seleção brasileira sub23 estreou com o pé direito no Pré-Olímpico disputado na Colômbia. Com gol do atacante Paulinho, o Brasil venceu o Peru por 1 a 0.

Jogo

O primeiro tempo teve amplo domínio brasileiro. O time comandado por André Jardine teve muito mais posse de bola, conseguiu chegar por inúmeras vezes trocando passes na área peruana, mas não conseguia reverter as chances em gol. O setor ofensivo, na maioria das vezes com o trio Antony, Paulinho e Pedrinho, sempre optava por um passe a mais e perdia a oportunidade de finalização.

Já o time do Peru preferiu jogar com as linhas compactadas no setor defensivo, apostou nitidamente nos contra-ataques, porém nas duas chances que teve não ameaçou o goleiro Ivan.

O gol do Brasil veio após jogada do destaque do primeiro tempo. Aos 43 minutos, Bruno Guimarães construiu o lance para que Paulinho, na saída do goleiro rival, colocasse no fundo da rede. O santista Yuri Alberto, titular da seleção, esteve apagado e, na única chance que teve na grande área, isolou.

A etapa complementar trouxe uma seleção peruana com uma postura diferente. Em menos de dez minutos, o rival brasileiro chegou com perigo ao gol de Ivan.

O camisa 10 do Peru, Fernando Pacheco passou a se destacar e articulou as principais jogadas. Com as linhas mais altas, os peruanos tentaram atrapalhar a saída de bola do Brasil e, em alguns momentos foram eficientes.

Diante deste cenário, o técnico brasileiro André Jardine promoveu as entradas de Igor Gomes e Renier para fazer da seleção mais contundente.

Porém, com um jogo mais parelho, o Brasil quase não ameaçou o gol adversário. Na reta final, o volante Maycon entrou no lugar do Yuri Alberto e o time brasileiro optou por mais troca de passes e posse de bola.

A seleção peruana pressionou nos minutos finais, mas não conseguiu marcar. Melhor para o Brasil que estreou com o resultado positivo no Pré-Olímpico.

Próximo duelo

O Brasil fez os primeiros três pontos na competição e agora se prepara para o jogo da próxima quarta-feira contra o Uruguai, 22h50 (horário de Brasília), na cidade de Armênia, na Colômbia.

De acordo com o regulamento, são duas chaves de cinco times e o Brasil está na B. As seleções se enfrentam em turno único e os dois primeiros se classificam para o quadrangular final. Nesta fase, campeão e vice conseguem a vaga para disputar as Olimpíadas em Tóquio.

(Foto: Reprodução/Twitter Conmebol)

 

saiba antes via instagram @revistamaissantos