1.5 // ECONOMIASANTOS 

Os estivadores avulsos e vinculados do Porto de Santos decidirão nesta sexta-feira (16), em assembleia marcada para começar às 9 horas, se farão greve de 48 horas nos terminais de contêineres na semana que vem.

O presidente do Sindicato dos Estivadores, Rodnei Oliveira da Silva, disse ter recebido nesta quinta-feira (15) um ofício do Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo (Sopesp) marcando uma reunião de negociação salarial somente para o cais público, deixando os terminais de contêineres de fora.

Impasse

A categoria fez greve de 24 horas na última segunda-feira (12) por conta do impasse que toma conta da negociação salarial. A estimativa é que o movimento tenha causado prejuízos em torno de US$ 300 mil, o equivalente a mais de R$ 980 mil. O levantamento é do Sindicato das Agências de Navegação Marítima do Estado de São Paulo (Sindamar).

O Sopesp vem ressaltando, desde o início, que respeita “o direito ao exercício de greve pelos trabalhadores e jamais se recusou a negociar com qualquer categoria do trabalho portuário”.

O sindicato patronal também disse estar analisando um pedido de reunião por parte da estiva. A assembleia desta sexta está marcada pra Rua dos Estivadores, 101, no Paquetá, em Santos.

Fonte: A Tribuna

saiba antes via instagram @revistamaissantos