1.6 // EDUCAÇÃO2.6 // EDUCAÇÃO 

Agora é que a situação ficou complicada! A Santa Casa de Santos entrou com uma ação de despejo contra a ETEC Dona Escolástica Rosa. Segundo o hospital, proprietária do imóvel, o Centro Paula Souza não desocupou o prédio dentro do prazo determinado judicialmente, que era dia 31 de dezembro de 2018, descumprindo, assim, a determinação do Ministério Público do Trabalho.

A discussão sobre a situação precária do imóvel teve início em 2017, após serem apontados diversos problemas nas instalações que recebem os alunos da instituição de ensino. Na época eram visíveis as infiltrações nos corredores, salas de aulas e na parte administrativa, além das paredes estarem descascadas, com grades enferrujadas e, até mesmo, o telhado com riso de desabamento.

A Santa Casa disse que respeita a integridade física das pessoas que frequentam o lugar e que não enxergou outra alternativa a não ser o pedido judicial.

A vereadora do partido dos progressistas, Audrey Kleys, declarou que  até o momento a luta foi muito positiva com a garantia do término do ano letivo no prédio do Escolástica Rosa. “Como presidente da Comissão de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia na Câmara continuo acompanhando de perto o processo de mudança do local para que todos os alunos iniciem 2019 em um local com segurança e que o nome do escolástica Rosa continue forte e com sua história preservada.”

Foto: ETEC

saiba antes via instagram @revistamaissantos