1.6 // EDUCAÇÃOSANTOS

Mulheres serão alvo de programa contra o analfabetismo

A Prefeitura prepara um programa de combate ao analfabetismo entre mulheres para ser aplicado na Educação de Jovens e Adultos. A iniciativa está sendo elaborada pela Coordenadoria de Políticas para a Mulher, em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, que apuraram a existência de 1.233 mulheres nessa condição em Santos.

A novidade foi um dos assuntos tratados na manhã desta segunda-feira (5), na abertura das comemorações do Mês da Mulher, em cerimônia no Salão Nobre do Paço Municipal, com a presença de autoridades municipais e representantes de entidades ligadas à causa feminina.

“O problema do analfabetismo vai além da impossibilidade de ler e escrever. Existem as consequências como a dependência, submissão e o restrito mercado de trabalho”, afirmou Diná Ferreira Oliveira, titular da coordenadoria da mulher.

Ao abrir o evento, o prefeito Paulo Alexandre Barbosa também apontou conquistas, como o índice de mortalidade infantil em Santos, que em 2017 foi de 9 para cada mil nascidos vivos, o menor da história da Cidade. A taxa está dentro do padrão indicado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), de até 10 óbitos por mil nascidos vivos. “Desde 1913 Santos faz o controle do seu índice de mortalidade infantil e a Cidade nunca conseguiu ficar abaixo de 10. A intenção é melhorar ainda mais este resultado”, afirmou o prefeito.

Outro avanço citado foi a campanha de conscientização e prevenção ao abuso sexual contra mulheres no transporte público, além do decreto que permite às mulheres descer fora do ponto de ônibus das 22h às 5h.

 

Programação

O mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher (8 dee março), contará com uma programação especial, que segue até o dia 24, totalmente dedicada ao público feminino, com diversas atividades gratuitas que serão realizadas em vários pontos da Cidade. A organização do evento é da Secretaria de Desenvolvimento Social da Prefeitura, por meio da Coordenadoria de Políticas para a Mulher.

 

Dia 7 – 8h – Ioga com foco na meditação e, às 10h, técnicas de thetahealing (cura energética); 16h30 palestra com o tema O poder feminino, na Casa do Servidor (Rua Ceará, 11)

Dia 8 – 9h às 14h – Teste de bioimpedância, na Casa do Servidor (Rua Ceará, 11)

Dia 8 – 9h – Palestras: Desagravo ao feminismo e Mulher na mídia social, na OAB Santos (Praça José Bonifácio, 55, Centro)

Dia 8 – 19h30 – Entrega do prêmio Bertha Lutz a mulheres que se destacam nas mais diversas áreas de atuação, no consistório da Universidade Santa Cecília (Rua Oswaldo Cruz, 277)

Dia 8 – 19h – 3ª edição do Prêmio Dandara dos Palmares, iniciativa que homenageia mulheres negras, na Sala Princesa Isabel do Paço Municipal

Dia 10 – 9h – Apresentações de música e exposições artísticas, na Sala Toninho Dantas do Centro Cultural da Zona Noroeste (sambódromo), à Av. Afonso Schmidt s/nº, Castelo)

Dia 12 – 8h30 e 13h – Palestra: Violência contra a mulher. Às 20h, palestra: A evolução e as conquistas da mulher, na Vila Criativa do Mercado (Praça Iguatemi Martins s/nº – Rua do Meio)

Dia 13 – 10h – Atendimento jurídico gratuito a mulheres, no Núcleo de Integração e Assistência Social do Caruara (Rua Xavantes, 31 – Área Continental)

Dia 15 – 16h –  Conversa sobre saúde íntima feminina para mulheres atendidas na Casa das Anas.

Dia 16 – 8h – 17º Encontro Commulher, com o tema A Importância da família na formação da sociedade, no anfiteatro da Universidade Santa Cecília (Rua Cesário Mota, 8, Boqueirão)

Dia 17 – 9h – Dia de Beleza na Vila Criativa da Vila Progresso (Rua Três s/nº), para as mulheres da comunidade

Dias 19 e 20 – partir de 9h – Curso de automaquiagem para pessoas com deficiência visual na Vila Criativa Mercado (Praça Iguatemi Martins s/nº, Rua do Meio)

Dia 21 – Palestra Mulher, celebração da vida, no consistório da Universidade Santa Cecília (Rua Oswaldo Cruz, 277)

Dia 22 – 9h – Palestra: Autoestima, no salão escola Autoestima Morros (Restaurante Popular Bom Prato – Rua das Pedras s/nº, Morro São Bento)

Dia 24 – 8h30 – Práticas integrativas à saúde da mulher, no auditório da Seduc (Praça dos Andradas, 25-34, Centro).

saiba antes via instagram @revistamaissantos