PUBLICIDADE

Santos / Cotidiano

Decepcionado, Paulo Alexandre diz: “O avançar ou retroceder vai depender do comportamento da população”

O sol deste domingo e os termômetros chegando a marca dos 28ºC, às 12h, fez com que muitas pessoas se deslocassem à praia para a prática de atividade esportiva como a caminhada, andar de bicicleta ou correr. Esse cenário foi registrado tanto na faixa de areia, como no calçadão e na ciclovia da avenida da praia. A atitude dos santistas foi bastante criticada pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa que declarou estar decepcionado com a movimentação ocorrida na manhã deste domingo (31) e garantiu que pode endurecer as medidas para evitar que isso aconteça novamente.

“Ter trabalhado, como lutei, para essa conquista, sair do vermelho para o laranja, hoje me decepcionei. As imagens que recebi da praia, das pessoas circulando como se tudo estivesse normal, se aglomerando, só vão prejudicar a todos. Não adianta estarmos na faixa laranja hoje e amanhã voltarmos para a vermelha e ter que fechar tudo”.

Em sua fala o prefeito fez questão de mostrar imagens dos Guardas Municipais abordando famílias que caminhavam pela faixa de areia, outros no calçadão de bicicleta ou correndo e muitos sem estarem utilizando as máscaras de proteção. “Não temos um guarda para cada pessoa. O nosso plano de retomada prevê, em fases, a liberação gradual da praia. Todos nós necessitamos utilizar a praia. Preciso da ajuda de vocês. O pouco que está aberto poderá ser fechado”, garantiu se referindo ao comportamento dos santistas.

Em vários momentos, Paulo Alexandre enfatizou a importância da conscientização da população quanto ao isolamento e que o retrocesso para a faixa vermelha pode acontecer, caso não haja a colaboração da população. “Se piorar um pouco mais a situação, a gente volta para a vermelha e fecha tudo. A responsabilidade é compartilhada, dividida. O prefeito não cria número de casos, não cria número de internações. Esses números são decorrentes do comportamento da população. Essas pessoas que hoje foram passear, na praia, indiscriminadamente, dando voltinha com o cachorro, sem usar a máscara. Vamos ampliar a multa para quem não estiver com máscara, pois é inadimissível as pessoas não terem vergonha de não usar máscara. Sair de casa, sem máscara. Quem não pode comprar a prefeitura ajuda e temos para ser distribuída. Agora, quem pode e não usa, é vergonhoso”.

RESPIRADORES

De acordo com o secretário de Saúde do Estado, José Henrique Germann Ferreira os aparelhos respiradores prometidos para serem enviados às cidades da Baixada Santista já estão na Capital e sendo configurados para que possam ser entregues aptos a serem utilizados. De acordo com o prefeito de Santos, 95 do total de 197 prometidos pelo Estado serão entregues essa semana aos municípios. Desse total 23 virão para Santos e serão utilizados pela rede pública e outros sete no Hospital Guilherme Álvaro, administrado pelo Estado.

PESQUISA

O resultado final da pesquisa regional denominada Epidemiologia da Covid-19 na Região Metropolitana da Baixada Santista (Epicobs), será apresentada nesta segunda-feira (1) ao prefeito Paulo Alexandre, como presidente do Condesb, para que todos os municípios da Baixada Santista tomem conhecimento do levamento final desse estudo. A informação foi passada pelo secretário de Governo, Rogério Santos (que deixou o cargo neste domingo para a disputa pela prefeitura nas próximas eleições).

 - REVISTA MAIS SANTOS

Em Santos, 605 testes foram realizados nesta pesquisa, demonstrando um índice de 3,8% da população, que representam 8 mil santistas, já possui anticorpos para a doença. A primeira fase constatou que a proporção é de 1,43%, significou 5.957 habitantes que já tiveram a doença. Segundo o secretário em 15 dias de amostragem, da segunda para a terceira fase da pesquisa, houve um aumento de 105% dos casos, o que é preocupante, pois demonstra o não cumprimento das regras de isolamento social por parte da população.
O levantamento é dividido em quatro fases e compreende coleta de amostras de sangue e aplicação de questionário. “Ser cidadão é ter direito, mas também deveres”, afirmou.

DRIVE THRU

Neste domingo foram aplicados 1.948 testes rápidos na população santista, no Centro de Testagem da Covid-19, montado na Arena Santos. O índice de resultados positivos foi de 5,8%, superior ao registrado no sábado (5,6%). De acordo com a Prefeitura, 114 testes rápidos apontaram resultado positivo para a Covid-19 no intervalo de seis horas.
No último sábado (30), houve recorde de confirmações durante a ação de testagem rápida. A administração municipal aponta que os dados foram superiores aos obtidos em 13 de maio, quando foi realizado o primeiro dia do drive-thru montado no Mendes Convention Center. Na data, a prefeitura registrou 25 resultados positivos em seis horas de atendimento.