PUBLICIDADE

Santos / Cotidiano

Prefeitura publica, nesta segunda, edital para a escolha da empresa que fará a gestão do novo Centro de Convenções

A prefeitura de Santos publica nesta segunda-feira (10) o edital de licitação para escolher, em 30 dias, a empresa privada que fará a gestão do Centro de Convenções, localizado na Ponta da Praia.

O imóvel está sendo construído em área que abrange a Praça Almirante Gago Coutinho e parte de um terreno cedido pela União ao Município O anúncio foi feito pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa, durante transmissão em suas redes sociais neste domingo (9), que enfatizou a importância desse equipamento que irá destinar receita para o Município, mas não informou quando será entregue.

 - REVISTA MAIS SANTOS“Vamos abrir a licitação para as empresas desse meio, desse ramo de atividade, possam se habilitar a gerir e fazer a gestão desse Centro de Convenções. Importante dizer que a prefeitura nunca recebeu imposto advindo dessa área, porque é uma área do governo Federal. O município não pode tributar, cobrar o governo Federal. Teremos um dos mais modernos centros de convenções do Brasil a custo zero para a cidade e sem perder receita, pois só se perde aquilo que se tem. Nesse caso não tínhamos nada”, explicou o prefeito.

NOVO CORONAVÍRUS
A taxa de ocupação devido a Covid-19 está em 33%. O índice é o menor desde 24 de abril. Na rede privada, a taxa é de 43% e, no SUS, 26%. Neste domingo (9) o número de pessoas internadas, com sintomas da Covid-19, chegou a 100 pessoas.

Mais 150 casos do novo coronavírus entre munícipes de Santos foram notificados, passando o acumulado de 16.294 para 16.444 (+ 0,9%). Deste total, 9.996 pessoas já se recuperaram, 852 após internação hospitalar.
Houve a confirmação de mais uma morte, a de um homem (40 anos), ocorrida em 30 de julho. Agora, a Cidade totaliza 497 óbitos em decorrência da doença e outros 28 em investigação, aguardando resultados laboratoriais.

Ao todo, incluindo os leitos de clínica médica e enfermaria, há 205 internados nos hospitais públicos e particulares. A taxa de ocupação geral dos 771 leitos disponíveis está em 27%. Do total de pacientes, 103 são moradores de Santos (50,2%) e 102 de outras cidades (49,8%).