PUBLICIDADE

1.0 - SANTOS

Santos empata e confirma classificação para 1ª fase da Libertadores

O Santos está garantido na Libertadores da América de 2020. Na tarde deste sábado (16), o Peixe ficou no empate em 1 a 1 com o São Paulo, na Vila Belmiro, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, e confirmou a classificação para a primeira fase do torneio continental. O gol santista no clássico foi anotado por Carlos Sánchez, de pênalti.

Com o placar, o Alvinegro chegou aos 65 pontos e segue em terceiro no Brasileirão. Na 34ª rodada, os comandados de Jorge Sampaoli recebem o Cruzeiro no próximo sábado (23), às 21h, também na Vila Belmiro, podendo já garantir a vaga direta na fase de grupos da Libertadores.

O jogo ‚Äď Como j√° esperado, o Peixe come√ßou o cl√°ssico dominando completamente as a√ß√Ķes e n√£o deixando o S√£o Paulo respirar. Logo aos 6 minutos, Evandro recebeu a bola em velocidade, entrou na √°rea e deu o tapa na frente. O zagueiro Arboleda chegou dando carrinho e acertou o santista. P√™nalti assinalado por Fl√°vio Rodrigues de Souza.

Na cobrança, Carlos Sánchez deslocou Tiago Volpi com muita categoria e abriu o placar para o Peixe na Vila Belmiro. Com o tento, o uruguaio manteve a artilheira do Alvinegro Praiano na temporada, agora com 16 gols.

Mesmo em vantagem, os comandados de Jorge Sampaoli seguiram pressionando o rival do Morumbi. Aos 23, Eduardo Sasha dominou na entrada da √°rea e arriscou chute forte, mas parou na defesa de Volpi.

Já aos 36, Sánchez dá lançamento primoroso para Marinho. O goleiro do São Paulo consegue afastar, mas manda no pé do uruguaio, que chuta do meio de campo por cobertura. A bola passou tirando tinta da trave.

Na segunda etapa, o Tricolor voltou melhor dos vestiários e alcançou o empate com Daniel Alves aos 9 minutos, após receber cruzamento de Vitor Bueno.

Após a igualdade, o clássico ficou equilibrado no Morumbi, com as duas equipes buscando o ataque. Aos 24 minutos, Pituca ajeitou para Marinho dentro da área. O atacante dominou e tentou bater colocado, mas mandou por cima da meta.

Dez minutos depois, Marinho apareceu de novo. Desta vez, o atacante cobrou falta pela direita com muita categoria e quase fez o segundo do Peixe na Vila. Porém, o clássico terminou mesmo empatado em 1 a 1.