POLÍCIAREGIÃO 

Uma rede de espera que foi armada na costeira da Prainha do Matarazo, em Ubatuba, foi encontrada pelos policiais da Companhia de Policiamento Ambiental Marítimo, CIAMAR. Durante a retirada do equipamento, que é proibido conforme legislação, uma tartaruga marinha foi  identificada presa na armadilha.

De acordo com a Polícia Ambiental, a equipe realizou, imediatamente, o resgate do animal que apresentava algumas lesões no pescoço e também nas nadadeiras, devido ter ficado presa no artifício ilegal.

A tartaruga tem, aproximadamente, quatro anos de idade e permaneceu sob os cuidados para depois ser solto.

O animal, da espécie “Chelonia Mydas” conhecida popularmente como Tartaruga Verde, está em risco de extinção e uma das causas é a utilização desse tipo de rede, onde elas se enroscam e morreram afogadas por não conseguir emergir para respirar.

Em seguida foi localizada outra rede do mesmo tipo, defronte a Prainha do Matarazzo, sendo imediatamente retirada e apreendida para posterior destruição.

Foto e vídeo: Divulgação/Polícia Ambiental (CIAMAR)

saiba antes via instagram @revistamaissantos