2.8 // MEIO AMBIENTESANTOS 

Da redação

O uso racional da água será o assunto central da audiência pública na Associação de Engenheiros e Arquitetos de Santos (AEAS) nesta terça-feira (24). A reunião será presidida pelo vereador Braz Antunes a partir das 19 horas. 

De acordo com Agência Nacional de Água (ANA) mais de 97,5% da água existente no mundo é salgada e não pode ser consumida ou usada na irrigação de plantação. 

Com a ideia de tentar amenizar esse problema, o vereador falará do Projeto de Lei ‘Programa Nossa Água’ que determina que os edifícios habitacionais e comerciais sejam obrigados a adotar padrões de sustentabilidade quanto ao consumo da água.  

Entre as medidas exigidas está a colocação de vasos sanitários no modelo de caixa acoplada, com dois acionamentos distintos e independentes, de 3 e 6 litros, com prazo de 365 dias para a adaptação das edificações que operam com bacias sanitárias com válvula de pressão. A economia com a mudança pode chegar a 47%.

O Projeto também prevê a obrigatoriedade da implantação de sistema individualizado de medição de consumo de água em todas as unidades habitacionais, no prazo de cinco anos, o que usualmente não ocorre nos edifícios, pois a taxa condominial é rateada por todos. Nesse caso, a economia chega a 25%, reforçando a responsabilidade individual e instaurando uma justiça fiscal, ou seja, cada unidade paga apenas o que consome. O prazo para a adequação será de cinco anos.

 

 

saiba antes via instagram @revistamaissantos