Variedades 

Competitividade, auto cobrança e stress são elementos que afetam a vida de inúmeros profissionais pelo país. Como válvula de escape, muitos recorrem a atividades de lazer em busca de mais equilíbrio.

Por incrível que pareça, além da sensação de bem-estar e descompressão, o “hobby” pode ajudar a alavancar a vida profissional. “A capacidade de concentração é uma característica estimulada pela corrida, por exemplo, enquanto a habilidade de estratégia é bastante reforçada por jogos de tabuleiro e videogames”, diz Simone Dansiguer, especialista em RH da Luandre.

Por isso, Simone listou cinco opções de hobby bastante populares e que podem melhorar a forma como o profissional lida com o trabalho e consigo mesmo.

 

1 – Corrida: a sensação de que você está saindo do lugar!

Exercícios físicos, em geral, são grandes aliados da saúde. Uma pesquisa desenvolvida pela Academia Americana de Neuropsicologia Clínica descobriu que o exercício aeróbico intenso é a única atividade que pode estimular o nascimento de novos neurônios, que se acreditava não serem mais produzidos depois da idade adulta.

 

A corrida, em especial, tornou-se uma das atividades mais populares, com novos adeptos surgindo a cada dia. Por ter duração média/longa e intensidade moderada a forte, exige muito foco, concentração e disciplina. “A corrida reduz o stress e deixa as pessoas mais aptas a lidar com algumas situações corriqueiras de forma mais suave”, analisa Simone.

 

2 – Música: dê um play na sua vida e na carreira também!

Não importa o ritmo, a música é uma das melhores terapias. Dentre seus diversos benefícios está a liberação de dopamina, que aumenta o estado de prazer, sendo um excelente agente motivacional.

 

O British Journal of Surgery investigou os benefícios gerados por ela em processos cirúrgicos. Pesquisadores analisaram mais de 80 canções aleatórias antes, durante e depois de cirurgias invasivas, e perceberam que os pacientes que as ouviam tinham seus níveis de dor e ansiedade amenizados.

 

3 – Cinema: E o Oscar de melhor hobby para o desenvolvimento vai para…

Assistir filmes é uma ótima opção para quem busca bem-estar, relaxamento e motivação. Além de estimularem a capacidade reflexiva, analítica e de interpretação, atributos muito valorizados em profissionais de alta performance, são um ótimo estímulo intelectual, já que agem como uma espécie de hipnose para o cérebro.

 

Há, inclusive, uma terapia que se utiliza de filmes para melhorar o estado mental de pacientes. Um dos precursores é o psicólogo norte-americano Gary Solomon, autor do livro “The Motion Picture Prescription”, que observou que ao a um filme que se encaixe em sua problemática pessoal, o paciente encontra um jeito novo de aprender com sua situação atual e encontra recursos em si para um desenrolar positivo.

 

4 – Ler: sei que nada sei, por isso leio!

“Viajar dentro de uma história”, além de ser um ótimo passatempo, estimula a criatividade e a capacidade imaginativa e amplia o repertório cultural. “Profissionalmente é um dos hobbies mais colaborativos, pois melhora a oratória, a expressão e a escrita, possibilita um maior vocabulário e desenvolve o senso crítico e a eloquência”, explica a especialista.

 

Um estudo britânico, liderado pelo Dr Robert Wilson, comprova que a redução do funcionamento do cérebro na velhice pode ser reduzida em cerca de 30% se a pessoa mantiver hábitos de leitura, além de proteger contra doenças como o Mal de Alzheimer.

 

5 – Jogos: hora de passar para a próxima fase no desenvolvimento!

Jogos (eletrônicos ou não) oferecem inúmeros benefícios para a vida profissional, principalmente pela capacidade de estimulo cognitivo que possuem. Apesar de serem, prioritariamente, fonte de entretenimento, benefícios como raciocínio lógico, capacidade de lidar com adversidades, tomadas de decisões, competitividade, foco e concentração estão também ligados ao mundo dos games. “Em algumas empresas, inclusive, existem áreas de descompressão com jogos à disposição dos colaboradores. É possível usar o recurso da ludicidade também em treinamentos e capacitações”, comenta Simone.

Uma pesquisa desenvolvida pela Universidade de Genebra, na Suíça demonstrou que jogos de ação têm impacto positivo na visão (com jogadores detectando pequenas diferenças nos tons de cinza), atenção (por maior desempenho na tarefa de encontrar mais de um objeto em movimento) e em contextos multitarefa.

saiba antes via instagram @revistamaissantos