PUBLICIDADE

- INVISÍVEL

Banda Sinfônica de Cubatão apresenta “Era uma vez a Música”

Uma locomotiva transportando uma música em cada vagão, de compositores nascidos em diferentes estados brasileiros. Na condução desse trem está um personagem que sonha com uma cidade recheada de artes. Um pouco de concerto, outro tanto de teatro e até um musical…  tudo isso poderá ser conferido na próxima quarta-feira (15), às 15 horas, no projeto “Era uma vez a Música”, da Banda Sinfônica de Cubatão. A apresentação será no Bloco Cultural do Paço Municipal (Praça dos Emancipadores, s/nº, Centro).

Na plateia estarão os alunos da UME Jayme João Olcese, do Jardim Costa e Silva. Realizado em formato de concerto didático, o evento apresenta a música erudita de maneira atraente às crianças. O ator Fabiano di Mello interpreta o Zanza, em alusão ao nome “Zanzalá” cidade fictícia criada por Afonso Schmidt, retratada como a Cubatão do futuro, cheia de cultura e alegria.

Entrando na segunda temporada anual, o espetáculo faz um passeio por diversas regiões do País por meio de compositores como o pernambucano José Ursicino da Silva, o Mestre Duda com sua “Suíte Nordestina”; “Petizada” do carioca Heitor Villa-Lobos; o estado de São Paulo será representado por Osvaldo Lacerda, com “Marcha Rancho”, além do próprio maestro Rodrigo Vitta, com a composição “O Homem e o Tempo”.

Série Concertante – A Sinfônica estreia mais uma  temporada da Série Concertante no sábado, 18/3, às 20 horas, no Bloco Cultural da cidade. O espetáculo contempla obras de compositores brasileiros dentro dos repertórios popular e erudito, escritos especialmente para a formação sinfônica.